Sem categoria

Projeto ‘Transforma’, do COI, chegará em Manaus

Badminton é um dos esportes que serão oferecidos no projeto - foto: divulgação

Badminton é um dos esportes que serão oferecidos no projeto – foto: divulgação

Além de receber o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016, juntamente com outras seis capitais brasileiras, Manaus também será “palco” do Programa de Educação Transforma. O programa – que acontece em parceria entre o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Secretaria de Estado da Juventude e Lazer (Sejel) e as federações de esporte – será anunciado nesta quinta-feira (6), às 17h, durante o evento oficial de lançamento do “Ano Olímpico em Manaus”.

Além do Transforma, o programa de voluntariado local também será apresentado durante cerimônia que acontece no Teatro Amazonas, no Centro da cidade. O evento contará com a presença de autoridades políticas e do esporte, como o diretor executivo de Operações do Comitê Organizador Rio 2016, Marco Aurélio Vieira, o vice-presidente do COI, John Coate, e os coordenadores estadual e municipal do COI, Mauro Aufieiro e Bernardo Monteiro de Paula. Além do governador do Estado, José Melo e o prefeito Artur Neto.

Ambos os programas serão implantados em Manaus ainda este ano e se estenderão até o início dos jogos em agosto de 2016. Na cerimônia, também haverá a exibição de um vídeo institucional de Manaus e um jingle da campanha.

De acordo com informações preliminares, que ainda não foram confirmadas pela organização dos Jogos Olímpicos, o ‘Transforma’ pode começar a funcionar em Manaus já no mês de setembro e deve ser realizado duas vezes por mês, tanto na Vila Olímpica, Zona Centro-Oeste, quanto em outros Centros de Convivência da cidade, como o Magdalena Arce Daou, no bairro da Compensa.

O programa incentiva a prática de alguns dos 42 esportes olímpicos e dos 23 paraolímpicos por crianças de escolas públicas. Além de tênis de mesa, atletismo, luta olímpica, basquetebol, o ‘Transforma’ estimula a divulgação e prática de esportes menos conhecidos pelo grande público brasileiro, como o badminton, que é parecido com o tênis, contudo no lugar de uma bola é utilizada uma espécie de peteca, chamada de volante ou birdie. Ele pode ser praticado individual ou em dupla e cada jogador utiliza uma raquete e uma peteca. A modalidade é realizada em quadra ou campo, em formato retangular com 13,4 metros de comprimento por 6,1 de largura.

No Rio de Janeiro, por exemplo, onde o programa foi implantado em dezembro de 2014, não somente crianças, mas pessoas de todas as idades participam de circuitos com diversos esportes olímpicos, entre eles o badminton, atletismo, golfe, hóquei sobre grama, judô, taekwondo, tiro com arco, rúgbi e vôlei de praia. E entre os Paraolímpicos foram atletismo e bocha.

O projeto objetiva a iniciação esportiva de estudantes de Ensino Fundamental e Médio de escolas públicas em muitas modalidades praticadas nas olimpíadas.

Além da prática, o projeto também oferece material didático com a história, simbologia e valores dos jogos, bem como a sugestões de experimentação esportiva que podem vir a integrar a rotina escolar. O material didático esta disponível no site http://www.rio2016.com/educacao/transforma

Olimpíadas em Manaus

Em 16 de março de 2015, Manaus foi confirmada como uma das seis cidades-sede do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016. A decisão foi divulgada após reunião na sede da Fifa, em Zurique, na Suíça e anunciada no Twitter oficial dos Jogos Olímpicos.

Desta forma, estamos em contagem regressiva para o início dos 58 jogos de futebol que serão disputados de 3 a 20 de agosto de 2016, nas seis cidades-sede. Além da Arena Amazônia, em Manaus, também haverá jogos no Mineirão em Belo Horizonte, no Estádio Nacional Mané Garrincha em Brasília, Maracanã e Engenhão no Rio de Janeiro, Arena Fonte Nova em Salvador e Arena Corinthians em São Paulo.

Por Ive Rylo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir