Sem categoria

Projeto da FLDAM busca apoio do governo federal

Hélio Veiga se reuniu com o ministro do esporte, George Hilton – foto: Ivo Lima/ME

Hélio Veiga se reuniu com o ministro do esporte, George Hilton – foto: Ivo Lima/ME

Com o intuito de revelar novos talentos nos bairros mais longínquos de Manaus e incentivar a permanência dos jovens no esporte, a Federação das Ligas Desportivas do Amazonas (FLDAM) tem colocado em prática projetos para incentivar a formação de pólos desportivos de referência em todas as zonas da cidade.

Com viajem já marcada para Brasília, na última semana de agosto, o presidente da Federação das Ligas Desportivas do Amazonas (FLDAM), Hélio Veiga, buscará firmar com o governo federal os últimos detalhes de uma parceria para investir nas atividades desportivas da capital.

“Vamos buscar junto ao governo federal parceria com as empresas, por meio da lei 11.438, para termos acesso a 1% do imposto de renda das empresas. Já tivemos uma conversa preliminar. Com isso poderemos manter os projetos e inclusive o programa “Adote uma comunidade”, em que a empresa repassa a verba para investirmos no esporte”, explicou Veiga.

A ideia é utilizar a verba da iniciativa privada para custear o material esportivo e a manutenção dos espaços públicos e municipais onde serão realizadas as atividades. São 60 espaços que estão em disponibilidade da liga, entre escolas municipais e centros esportivos, como o Zezinho, no bairro São José 3, na Zona Leste da capital.

O presidente da FLDAM explicou que o projeto – quando colocado em prática – tornará cada ambiente, antes ocioso, em um polo desportivo de referência.

“Vamos ter pólos de modalidade esportiva, de basquete, futsal, vôlei, entre outros. No Zezinho, no São José, será mantida a modalidade de futebol. Outro espaço da cidade será o pólo de basquete e assim por diante. Queremos fazer vários polos desportivos, como no conjunto Eldorado que já tem a Ginástica Olímpica, apoiada pelo Banco do Brasil”, informou.

Com o investimento, além da criação dos polos, o presidente anunciou que serão instaurados novamente os projetos do Governo. “Voltará o projeto Bom de Bola e o Segundo Tempo. Tem muitos valores que se perdem por aí, por falta de incentivo. Queremos descobrir novos talentos”, ressaltou.

Hélio Veiga apontou também que haverá modificação na administração dos espaços, que serão feito por sessão de direito de uso. “Queremos compartilhar tanto com o governo federal, estadual e municipal a responsabilidade de tomar conta dos espaços públicos e acabar com o desperdício. Atualmente quando se gasta na reforma, no dia seguinte, se destrói novamente. Falta cuidado nosso com a coisa pública”, criticou.

Por Ive Rylo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir