Sem categoria

Professores da UFAM realizam ato público em frente ao MPF nesta sexta

Nesta sexta-feira (28), a partir das 8h, integrantes do Comando Local Unificado de Greve (CLUG) dos docentes e técnicos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) vão realizar ato público em frente à sede do Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM), localizado na avenida André Araújo, Zona Centro-Sul de Manaus.

A manifestação vai reunir ainda integrantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Superior do Amazonas (Sintesam), do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) e do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam).

Na ocasião, a diretoria da Associação dos Docentes da Ufam (ADUA) vai protocolizar documento com uma série de denúncias contra a Reitoria da Ufam. Entre os pontos apresentados, destacam-se a perda de autonomia da universidade, sinalizada pela sentença que proíbe o Conselho Universitário (Consuni) de deliberar sobre o calendário acadêmico; a confusão gerada pela manutenção do calendário acadêmico após a deflagração de greve; e a falta de transparência na divulgação dos impactos, a nível institucional, dos cortes orçamentários do governo federal na educação.

Todos esses elementos, na avaliação do CLUG, intensificam o estado de precarização da instituição, alimentado pelo governo federal, e de caos acadêmico e administrativo na universidade, instalado após a proibição da instância máxima da Ufam – o Conselho Universitário – de deliberar sobre seu destino, situação contra a qual luta o movimento paredista dos docentes e técnicos.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir