Sem categoria

Professor é preso por aliciar oito alunas em Presidente Figueiredo

Márcio está preso no 37º DIP à disposição da Justiça - foto: divulgação

Márcio está preso no 37º DIP de Presidente Figueiredo à disposição da Justiça – foto: divulgação

Suspeito de ter aliciado várias alunas com idades entre 8 e 12 anos, o professor do ensino fundamental Márcio Sá de Souza,41, foi preso na tarde desta terça-feira (19), no bairro Galo da Serra 2, no município de Presidente Figueiredo (a 101 quilômetros de Manaus). Os crimes ocorriam nas zonas urbana e rural da cidade.  

A prisão foi realizada por policiais civis do 37º Distrito Integrado de Polícia (DIP), após uma das vítimas, que estuda na escola municipal Deyse Lammel, relatar ao pai que seu professor havia colocado R$ 2 em sua calcinha e passado a mão em suas partes íntimas.

Revoltado com a situação, o pai da vítima protestou com cartazes em frente à delegacia do município e publicou a indignação em sua página em uma rede social. A partir daí outros sete casos de aliciamento a alunas foram registrados na delegacia de Presidente Figueiredo.

De acordo com o chefe de delegacia de Presidente Figueiredo, Waldislande Alves após tomar conhecimento do fato, o professor foi detido e solto em seguida porque não havia provas suficientes para mantê-lo preso. “Como recebemos o mandado ontem fomos cumprir o caso do professor denunciado pelo pai de uma das vítimas, que procurou a delegacia em dezembro do ano passado após ser informado pela própria filha que Márcio tinha um cuidado excessivo do professor que tentou passar a mão em suas partes íntimas. Mas como não havia prova do crime, ele foi solto”, explicou.

Uma vítima do professor, atualmente com 22 anos, informou que quando foi aluna de Márcio foi aliciada e sua irmã também. Na época dos abusos, as alunas tinham idades de 9 e 10 anos. A Polícia Civil informou que Márcio Sá, que é concursado, está afastado das atividades em sala de aula e já responde a sete inquéritos administrativos desde o ano de 2006. O professor é suspeito de ter outras vítimas, que moram na comunidade Nova Jerusalém, no quilômetro 179 da BR-174 (Manaus/Boa Vista).

Após o recesso do judiciário, a juíza de direito da Comarca de Presidente Figueiredo, Ana Paula de Medeiros Braga, expediu o mandado de prisão de Márcio Sá, na data de ontem. Márcio está preso no 37º DIP à disposição da Justiça.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir