Economia

Produção de veículos no Brasil recua 20,4% no ano, diz Anfavea

A produção de veículos no Brasil recuou 20,4% de janeiro a julho deste ano na comparação com o mesmo período de 2015, para 1,205 milhão de unidades. Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) nesta quinta-feira (4).

Em julho, foram produzidas 189,9 mil unidades, queda de 15,3% em relação ao mesmo mês do ano passado, mas alta de 4,7% ante junho.

As vendas de veículos recuaram 24,7% de janeiro a julho frente ao mesmo período de 2015, num total de 1,164 milhão de unidades licenciadas. Somente em julho foram vendidos 181,4 mil veículos, queda de 20,3% na comparação com o mesmo mês de 2015 e avanço de 5,6% em relação a junho.

Exportações
As exportações caíram 8,1% no acumulado do ano em relação a igual intervalo do ano passado, para US$ 5,79 bilhões. Em julho, atingiram US$ 940 milhões, alta de 24,6% ante o mesmo mês de 2015 e avanço de 6% contra junho.

Nos sete primeiros meses, foram exportadas 272,2 mil unidades, aumento de 20% em relação a igual período de 2015. No mês passado, foram embarcados 45,55 mil veículos, alta de 61% em relação a julho de 2015 e crescimento de 5% na comparação com junho.

Volks
A Volkswagen, que possui quatro fábricas no país -três delas de veículos- vem sofrendo com a falta de peças. Com isso, a montadora vem parando a produção nessas unidades, sem previsão de normalização. Somente a unidade de fabricação de motor, em São Carlos (SP) estava operando na última terça-feira.

Nesta semana, as unidades de Taubaté e São Bernardo do Campo, todas em São Paulo, ficaram paradas parcialmente.

Já a fábrica em São José dos Pinhais, no Paraná, ficará parada nesta semana e pode retornar a operação na próxima segunda feira (8). Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, as horas paradas serão descontadas do tempo de redução de jornada permitido pelo PPE (Programa de Proteção ao Emprego). Pelo programa, a empresa pode reduzir em 20% a carga horária do trabalhador todo mês.

Na semana passada, a fábrica operou um turno e meio na segunda e outro na terça-feira. De quarta a sexta-feira a montadora dispensou os funcionários utilizando o banco de horas. Somente nos oito dias sem produção, a unidade do Sul deixará de montar 3.680 veículos.

Por Folhapress

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir