Economia

Produção de petróleo no Brasil cresce 0,5% em outrubro, diz ANP

 

petroleo

O Brasil teve aumento de 0,5% e a de gás natural de 0,2% se comparado ao que ocorreu no mês anterior. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). foto: divulgação

A produção, em outubro, de petróleo no Brasil teve aumento de 0,5% e a de gás natural de 0,2% se comparado ao que ocorreu no mês anterior. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), foram produzidos perto de 2,406 milhões de barris de petróleo por dia (bbl/d). A produção de petróleo teve o mesmo percentual de crescimento em comparação a outubro de 2014.

Já a produção de gás natural alcançou 97,6 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), resultado que, se comparado ao mês de outubro de 2014, a elevação é 5,3 %. Em setembro, a produção de petróleo e gás natural no país atingiu aproximadamente 3,020 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

 

Produção de pré-sal

A ANP informou que a produção de 52 poços do pré-sal ficou em 809,8 mil barris de petróleo por dia (bbl/d) e de 31,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) de gás natural. O resultado representa uma queda de 2,3% na comparação com o mês anterior. A agência esclareceu que a produção nos poços do pré-sal é restrita ao horizonte geológico denominado pré-sal.

Ainda de acordo com a ANP, o aproveitamento de gás natural chegou a 95,8%, uma vez que a queima do produto em outubro ficou em 4,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d). O resultado representa recuo de 15,7%, na comparação a setembro, mas em relação ao mesmo mês em 2014 houve aumento de 5,8 %.

A maior parte da produção de petróleo (93,3%) e de gás natural (76,2%) foi obtida nos 775 campos marítimos e o restante em 8.223 terrestres. Segundo a ANP, os campos operados pela Petrobras produziram 93,2% do petróleo e gás natural.

O maior produtor de petróleo e gás foi o campo de Lula, na Bacia de Santos, com a média de 331,3 mil bbl/d de petróleo e 15,7 milhões de m³/d de gás natural. Carmópolis, na bacia de Sergipe, foi o que registrou o maior número de poços produtores  (1.065) e o de Marlim, na Bacia de Campos, o campo marítimo com maior número de poços produtores: 62.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir