Política

Processo que pede a cassação de José Melo é retirado de pauta no TRE

José Melo, Henrique Oliveira, e a então secretaria de comunicação do Estado, Lúcia Carla, poderão pagar multa de até R$106,4 mil - foto: Diego janatã

José Melo, Henrique Oliveira, e a então secretaria de comunicação do Estado, Lúcia Carla, poderão pagar multa de até R$106,4 mil – foto: Diego janatã

O processo que pede a cassação do governador José Melo (Pros) e seu vice Henrique Oliveira (SDD), foi adiado mais uma vez em sessão no Tribunal Regional Eleitoral, nesta terça-feira (12). Desta vez, não houve pedido de vista, o processo foi apenas retirado de pauta, pois, de acordo com o juiz Henrique Veiga, que pediu vista na última sessão realizada ontem(11), o processo ainda está sendo analisado por ele e voltará à pauta na próxima semana.

O processo que julga a utilização irregular do site oficial do Estado e das redes sociais para campanhas institucionais a favor de José Melo, também foi adiado, pois o desembargador João Simões pediu vista do processo que também pede a cassação de Melo, por conduta imprópria em período de propaganda vedada.

Apesar do pedido de vista do desembargador, a corte está declinada a decidir por uma cobrança de multa às partes José Melo, Henrique Oliveira, e a então secretaria de comunicação do Estado, Lúcia Carla. Todos poderão pagar multa de até R$ 106, 4 mil.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

grupo
Subir