Política

Processo de impeachment vira manchete do ‘The New York Times’

O processo de impeachment de Dilma foi a principal manchete do jornal americano "The New York Times" - foto: divulgação

O processo de impeachment de Dilma foi a principal manchete do jornal americano “The New York Times” – foto: divulgação

A aprovação da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pela Câmara dos Deputados foi a principal manchete do jornal americano “The New York Times” em sua edição desta segunda-feira (18).

Essa é uma rara ocasião em que a primeira página do jornal, um dos mais importantes do mundo, reserva ao Brasil o seu espaço mais nobre.

O texto, assinado pelo jornalista Andrew Jacobs, destaca que o governo da presidente Dilma vem sendo atingido por um grande escândalo de corrupção, uma economia que encolhe e uma desilusão crescente da população.

A capa da versão impressa registra o processo da votação, e apresenta o vice-presidente Michel Temer como um especialista em direito constitucional e “político experiente”.

Manifestações favoráveis e contrárias ao governo Dilma também são mencionadas, e o jornal afirma que o afastamento da petista tem boas chances de ser aprovado no Senado, para onde será encaminhado agora.

O “NYT” também aponta diferenças entre o atual processo de impeachment e o de Fernando Collor, afirmando que a presidente não foi acusada de enriquecimento em causa própria, e citando pesquisa do Datafolha que aponta que o percentual de pessoas favoráveis ao afastamento de Dilma caiu de 68% para 61% em um mês.

O destaque dado ao cenário brasileiro foi maior do que o reservado a temas como o terremoto no Equador ou ao direcionamento cada vez mais conservador do Partido Republicano americano, os outros dois destaques da capa do jornal.

No começo de abril, a crise política brasileira também foi retratada na primeira página do jornal, que afirmava que a corrupção e a crise “devastaram as ambições globais do Brasil.

Na ocasião, grande parte da capa do diário foi ocupada por chamadas para a matéria sobre o Brasil. Dilma foi a maior imagem da capa, que também trouxe fotos do ex-presidente Lula, do senador Delcídio do Amaral, do juiz Sergio Moro e de um protesto contra o governo.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir