Dia a dia

Princípio de incêndio atinge balsa de combustíveis no rio Negro, Zona Oeste de Manaus

Apesar de não estar carregada, a balsa tinha uma quantidade de combustível no fundo – foto: Márcio Albuquerque/TV EM TEMPO

Apesar de não estar carregada, a balsa tinha uma quantidade de combustível no fundo – foto: Márcio Albuquerque/TV EM TEMPO

Um princípio de incêndio atingiu, na manhã desta terça-feira (23), uma balsa de transporte de combustível no Estaleiro Rio Amazonas (Eram), localizado no bairro Santo Antônio, na Zona Oeste de Manaus. Ninguém ficou ferido.


De acordo com o tenente João Filho, do Corpo de Bombeiros, os soldadores estavam fazendo trabalhos de reparos na balsa, usando maçaricos, quando houve o princípio de incêndio. A balsa tem 16 metros.

“A balsa estava sem combustível e a equipe do estaleiro já estava desgaseificando, ou seja, tirando os gases do interior da balsa. Apesar de não está carregada, tinha uma quantidade de combustível no fundo dela, pois a mesma tem fundo duplo. Uma pequena parte desse combustível vazou para a segunda base e, durante os trabalhos, veio a incendiar”, disse o tenente.

A balsa tem 16 metros - foto: Mara Magalhães

A balsa tem 16 metros – foto: Mara Magalhães

Ainda conforme o tenente, os bombeiros estão usando liquido Gerador de Espuma (LGE) com agua para poder nivelar o nível de combustível e assim fazer extinção por abafamento.

“Agora não há risco de explosão, pois foi tirado o gás. O maior risco numa situação dessa (com balsa e combustível), por incrível que pareça, é quando ela está vazia, pois há uma concentração muito grande de gases e, devido a isso, qualquer aquecimento pode explodir, mas eles tiveram o cuidado de tirar esses gases e agora estão tirando o restante do combustível”, concluiu o bombeiro. Ao todo, quatro viaturas dos bombeiros estavam no local.

A reportagem tentou entrar em contato com os responsáveis pelo estaleiro, mas ninguém quis se pronunciar sobre o caso.

Por Mara Magalhães

EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir