Holofotes

Príncipe William e Kate levam filhos em viagem oficial ao Canadá

O príncipe William e a duquesa de Cambridge, acompanhados dos filhos, George e Charlotte, chegaram neste sábado (24) a Victoria, oeste do Canadá, onde irão percorrer extensos territórios canadenses.


O premier do Canadá, Justin Trudeau, e a mulher, Sophie Grégoire Trudeau, receberam o casal no fim do dia com honras militares e 21 tiros de canhão.

É a primeira vez que o casal trouxe seus filhos George, 3, e Charlotte, 1, ao país.

Neste domingo (25), em Vancouver, William e Kate darão início às atividades no Canadá -acompanhados de Trudeau e a mulher- com uma visita a um centro de acolhida de refugiados e crianças com atraso mental.

“Os canadenses têm um afeto imenso pela família real”, disse Trudeau, que, no começo do ano, foi recebido pela rainha Elizabeth 2ª no Palácio de Buckingham.

A expectativa tomou conta do oeste canadense antes da visita, e a pequena cidade de Victoria decorou a região do Parlamento.

O casal ficará hospedado na mansão do governador geral, representante da monarquia britânica no Canadá.
Cinco anos depois de sua primeira viagem ao Canadá, em lua de mel, o casal irá percorrer por oito dias as paisagens da costa canadense do Pacífico, com atividades em comunidades ameríndias ou carentes.

George, 3, e Charlotte, 1, ficarão com a babá em Victoria, capital de British Columbia, na ilha de Vancouver.
A duquesa de Cambridge e a mulher de Trudeau também visitarão uma residência para mulheres com dependência química.

O restante da viagem levará Kate e William a uma ilha onde ocorrerá uma cerimônia tradicional em torno de um totem, e, em seguida, eles farão um passeio por uma floresta, antes de seguirem para Whitehorse, em Yukon.
William e Kate reservaram para o fim da viagem uma grande festa popular, onde os habitantes de Victoria poderão tirar fotos do casal e de seus filhos.

O príncipe e a duquesa de Cambridge partirão em um hidroavião do porto de Victoria em 1º de outubro, para embarcar no avião oficial e retornar ao Reino Unido.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir