Esportes

Princesa inicia mata-mata da Série D no Tocantins

princesa

Confiantes e ambiciosos. Foram com esses sentimentos estampados nos rostos, que os jogadores do Princesa do Solimões embarcaram para a primeira batalha do mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (30), às 17h30 (de Manaus), o único representante amazonense na competição visita o Palmas, no estádio Nilton Santos, na capital tocantinense, pelo jogo de ida da segunda fase do torneio.

Embalado por quatro vitórias consecutivas, três delas sem sofrer gols, o Tubarão do Norte chega para o confronto de hoje como favorito para avançar às oitavas de final da Série D, já que venceu o mesmo Palmas pela fase de grupo tanto em Tocantins, como em Manacapuru. Na primeira partida, no estádio Nilton Santos, o Princesa bateu o rival por 3 a 2. Já no Gilbertão, o triunfo veio com um tranquilo 2 a 0.

A sequência, porém, foi interrompida com praticamente duas semanas sem partidas oficiais. Para o volante Denis, capitão do time alvirrubro, os dias dedicados somente aos treinamentos foram importantes para recarregar as baterias de uma primeira fase cansativa.

“Para nós, jogadores, foi muito bom, porque vínhamos de uma sequência de jogos e viagens desgastantes e esse tempo serviu para recuperarmos bem, inclusive os que saíram machucados (João Rodrigo, Deurick e Jefferson) do jogo contra o Baré (última partida da primeira fase), só o Edinho (Canutama) que não”, disse o jogador.

O retrospecto positivo alcançado nesta Série D contra o adversário desta tarde não desperta euforia do volante. De acordo com ele, a equipe vai entrar em campo ciente das dificuldades que terá pela frente, já que se trata de um confronto no mata-mata, totalmente diferente daqueles disputados na primeira fase.

“O time do Palmas, apesar de termos conseguido duas vitórias, é muito bom, de muita qualidade. Não podemos errar. Por um lado é bom, porque já sabemos como a equipe deles jogam e nessas duas semanas trabalhamos forte física e tecnicamente em função da equipe deles. Estamos confiantes em voltar com a vitória. A equipe deles conta com bons jogadores, toca muito bem a bola. Sabemos que vai ser um jogo muito difícil, decidido nos detalhes, mas estamos bem preparados para surpreendê-los”, afirmou Denis.

Portões fechados

O Princesa terá um adversário a menos nesta tarde. Na última quinta-feira (28), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou ao Palmas que o Nilton Santos não poderá receber torcedores. Isso porque os laudos de condições sanitárias e de higiene e vistoria de engenharia, acessibilidade e conforto do estádio estão vencidos. Segundo Zé Marco, o fato de jogar no local com os portões fechados não representa qualquer tipo de facilidade ao time manacapuruense.

“Benefício nenhum. Estamos preocupados com a qualidade do adversário. O fato de ter ou não ter torcida para nós não faz diferença. As dificuldades serão as mesmas”, garantiu o comandante alvirrubro, que questionado sobre qual time irá mandar a campo, adotou tom misterioso, como sempre costuma fazer. ” Será definido apenas no vestiário”,limitou-se a dizer.

A tendência, no entanto, é que com o desfalque do atacante Edinho Canutama por motivo de lesão, Zé Marco improvise o lateral-esquerdo Gelvane no ataque, ao lado do centroavante Jefferson. Desta forma, o Princesa deve entrar em campo com: Rascifran; João Rodrigo, Deurick, Danilo, Guilherme; Denis, Toró, Michell Parintins, André Lima; Gelvane e Jefferson.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir