Esportes

Princesa goleia Trem e reassume vice-liderança do grupo A1 da Série D

Meia-atacante Weverton assumiu artilharia do Brasileiro Série D – Foto: Janailton Falcão

Em busca de uma vaga no mata-mata do Campeonato Brasileiro Série D, o Princesa do Solimões goleou o Trem/AP por 3 a 0, na tarde deste sábado (10), no estádio Gilberto Mestrinho – o Gilbertão, em Manacapuru (município distante 84 quilômetros da capital).

O duelo foi válido pela quarta rodada do grupo A2 da primeira fase. Com a vitória, o time amazonense chega aos seis pontos e assume a vice-liderança do Grupo A1, à frente do Trem/AP, apenas no saldo de gols, 3 positivos contra 1 do rival.

Cria do futebol baré, o meia-atacante Weverton abriu o marcador para o Tubarão do Norte logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Ele mesmo ampliou o placar logo aos nove da etapa complementar e assumiu a artilharia do campeonato, com cinco gols marcados em quatro jogos.

Perdido em campo, o Trem foi para o tudo ou nada e passou a dar espaços para o Tubarão. Com total domínio em campo e explorando os contra-ataques, os manacapuruenses mantaram o jogo aos 40 do segundo tempo, o atacante Branco em velocidade deu números finais.

Pela quinta rodada, o Princesa do Solimões volta a campo contra o líder da chave Atlético/AC, no próximo domingo (18), às 16h, no estádio Gilbertão. O time de Manacapuru fecha sua participação na primeira fase no próximo dia 25, contra o Real Desportivo fora de casa.

Ficha Técnica:
Princesa do Solimões 3X0 Trem/AP
Local: estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru.
Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva (SP);
Público: 242; Renda: R$ 1680;
Gols: Weverton aos 5’ do 1º; Weverton aos 9’ e Branco aos 40’ do 2º;
Cartão amarelo: Romulo (Trem);
Princesa do Solimões: Rascifran; Getúlio, Baé, Eric e Leozinho; Rafael, Toró (Natal), Randerson e Wander (Marinelson); Branco e Weverton Técnico: Alberone
Trem/AP: Ferrari; Serafim (Zé Lucas), Zé Adriano, Brendeo e Romulo; Jadão, Dudu e Kariri; Wegno (Diego), George Lucas (Gerson) e Chicão Técnico: Sandro Macapá

João Paulo Oliveira
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir