Sem categoria

Princesa ganhará reforço de ex-dirigentes em 2016

Rone Barbosa e Raphael Maddy ajudarão o Princesa do Solimões na disputa da Copa do Brasil durante o primeiro semestre do ano que vem - foto: divulgação

Rone Barbosa e Raphael Maddy ajudarão o Princesa do Solimões na disputa da Copa do Brasil durante o primeiro semestre do ano que vem – foto: divulgação

Muito mais que gols marcados, o futebol é movido por paixão. É por este motivo que a dupla Rafael Maddy e Rone Barbosa está próxima de oficializar o retorno para o Princesa do Solimões. Os ex-diretores de futebol, desta vez, não irão ocupar cargos oficiais e serão apenas colaboradores do clube. Juntos, os amigos pretendem ajudar a formar o time que disputará a Copa do Brasil, em 2016.

Questionado sobre o assunto, Rafael Maddy explicou que a grande amizade existente entre ele e o presidente do Tubarão, Holofernes Leite, é um dos fatores principais para esse retorno. O ex-dirigente confirmou que irá lutar para realizar a partida do Princesa do estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru.

“Na verdade, não voltei ao cargo de diretor. O presidente é muito meu amigo e como a situação ficou complicada com o estadual no segundo semestre, o Princesa terá muita dificuldade para formar um elenco, pois os atletas vão estar em outros estaduais. Vou ajudar no que puder, pois não estava nos planos do Princesa só jogar a Copa do Brasil. Garanto que será feito o jogo no Gilbertão, pois já sabemos os prováveis adversários no sorteio que será realizado no dia 11 de janeiro”, explicou Maddy.

O adversário do Princesa irá sair do grupo B, composto por Ponte Preta, Bahia, Sport, Vitória, Ceará, Criciúma, Avaí, Chapecoense, Náutico e ABC.

Questionado sobre contratações, Maddy admitiu que isso só será definido após o sorteio. Apesar disso, adiantou que o treinador pode ser Zé Marco, caso o profissional não esteja treinando outra equipe durante o primeiro semestre.

“Depois do sorteio, o Princesa se posiciona em relação ao elenco, pois precisamos saber a data para se programar. O Zé fez o bom trabalho. Fizemos 28 jogos esse ano e conseguimos manter uma média boa para quem não fez uma partida em casa. A situação dele não é diferente dos atletas. Se ele estiver empregado em outro clube em campeonato estadual, fica difícil trazer”, disse o ex-diretor.

Parceria

Sobre a volta de seu amigo Rone Barbosa, Maddy se mostrou feliz com o reencontro.

“O Rone é meu amigo. A futebol às vezes deixam todos nós chateados, mas não tivemos problemas na diretoria. Ele sempre estava nos nossos jogos esse ano. Ele vai dá uma força nessa jornada, que será diferente e chega até ser estranha jogar somente Copa do Brasil”, finalizou.

Questionado sobre o retorno, Rone preferiu desconversou e preferiu manter o mistério. Porém, adiantou que o Princesa é seu clube do coração e que tudo será definido em janeiro.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir