Economia

Prévia da inflação de abril indica alta de preços apesar de alívio na energia

Mesmo com a queda na conta de luz, a tendência é que a inflação de abril acelere em relação a março. Prévia da inflação oficial, o IPCA-15 de abril foi de 0,51%, alta em relação aos 0,43% registrados em março. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (20) pelo IBGE.

No mês passado, um alívio na conta de luz havia permitido que o movimento de alta de preços desacelerasse em relação ao período imediatamente anterior. A queda no preço da energia elétrica continuou em abril, com a mudança no regime de bandeiras tarifárias, mas foi insuficiente para fazer a alta de preços dos produtos brasileiros desacelerar.

O motivo para isso foi a alta dos alimentos, tendência que já havia sido verificada na divulgação anterior e que se acentuou neste mês. Somente em abril, alimentos tiveram alta de 1,35%, quase o dobro do aumento de março, de 0,77%.

A despeito do movimento, a inflação permanece em níveis abaixo dos registrados em 2015. O IPCA-15 registrou, no acumulado deste ano, alta de 3,32%, abaixo do verificado em igual período do ano passado (4,61%). No acumulado em 12 meses encerrados em abril, o índice acumula variação de 9,34%, abaixo dos 9,95% dos 12 meses imediatamente anteriores.

Embora indique desaceleração no ritmo de alta de preços, a inflação em 12 meses continua acima do teto da meta do governo, de 6,5%.

O IPCA-15 mede a inflação dos últimos quinze dias do mês anterior até a segunda quinzena do mês corrente. Ele é a prévia da inflação oficial do país, medida mensalmente pelo IPCA, também compilado pelo IBGE.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir