Sem categoria

Preso um dos envolvidos no latrocínio do empresário Petterson Campos, ocorrido no Nova Esperança

fabricio-latrocinio

Fabricio foi preso no último sábado (21), na sede da especializada, quando se apresentava acompanhado de um advogado – foto: Luis Henrique

Fabricio Alves Damasceno, 19, conhecido como ‘Cegueta’, foi apresentado pela polícia, na manhã desta quarta-feira (25), suspeito de envolvimento na morte do empresário Petterson Horta Campos, 37, ocorrida no dia 17 de maio, às 23h30.


De acordo com o titular da Delegacia Especializadas em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, Fabricio foi preso no último sábado (21), na sede da especializada, quando se apresentava acompanhado de um advogado.

Conforme Martins, Adriana Peres Ventura, conhecida como ‘Loirinha’ e Joicelene Godinho Chaves, conhecida como ‘Jojo’, seduziram a vítima em um posto de gasolina, quando ele as convidou para entrar no carro dele.
Ainda de acordo com o delegado, elas teriam pedido a Peterson, que fosse até à rua Aurora, localizada no conjunto residencial Cophasa, bairro Nova Esperança, Zona Oeste.

“Quando eles chegaram ao local, Fabricio e outro homem, identificado como Edson Moreira de Souza, conhecido como ‘Nego Oitão’, já estavam esperando a vítima. Eles anunciaram o assalto e em seguida mataram Petterson com um tiro no tórax”, informou Martins, salientando que as duas mulheres e Edson ainda estão foragidos.

Para Fabricio, que foi indiciado por latrocínio, foi expedido um mandado de prisão temporária, pelo juiz do Plantão Criminal, Erivan de Oliveira Santana.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir