Dia a dia

Preso trio que roubava e adulterava veículos em Manaus

O trio foi atuado em flagrante por associação criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e receptação - foto: divulgação/Polícia Civil

O trio foi atuado em flagrante por associação criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e receptação – foto: divulgação/Polícia Civil

Três integrantes de uma quadrilha que roubava e adulterava carros foram apresentados na tarde desta quarta-feira (25), após investigações do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Os homens identificados como Olcione da Gama Araújo, 37, Deyson Heric da Silva Borges, 25, e Carlos Guilherme Lucena Pereira, 20, foram presos em lugares distintos da capital.

De acordo com o titular do 25º DIP, Cícero Túlio, Olcione foi preso em flagrante, na tarde de ontem (24), por volta de 16h30, na rua Heitor Galeno, bairro Zumbi, Zona Leste de Manaus . Em seguida, por volta de 18h, no conjunto Nova República, Deyson e Carlos foram capturados.

A autoridade policial ainda informou que uma testemunha compareceu no 25º DIP para informar que um dos integrantes da quadrilha que adulterava os veículos é detento de uma unidade prisional da capital. O mesmo já havia pedido para que ela guardasse consigo um automóvel modelo Saveiro, produto de um roubo ocorrido em uma empresa no bairro Parque 10, Zona Sul, que deveria ter suas placas trocadas e ser entregue a outras duas pessoas que iriam revendê-lo.

Após investigar o bando, policias civis do 25º DIP montaram campana no local em que Olcione deveria receber as placas para que fossem adulteradas, e conseguiram prendê-lo no momento em que estava levando as placas adulteradas para serem instaladas no veículo roubado.

Em seguida, a equipe de investigação foi informada que o carro deveria ser levado ao Conjunto Nova República, bairro Distrito Industrial, Zona Sul, onde estavam Deyson e Carlos, que seriam responsáveis pela remarcação dos chassis do veículo e dos dados identificadores nos vidros do carro, para que o veículo pudesse ser revendido já com placa adulterada.

O trio foi atuado em flagrante por associação criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e receptação.

 

Com informações de Thais Gama/do AGORA

Por Lindivan Vilaça

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir