Dia a dia

Preso trio que assaltou salão de luxo no Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul de Manaus

Os três foram autuados por roubo majorado, associação criminosa e posse ilegal de arma de uso restrito - foto: divulgação/PC

Os três foram autuados por roubo majorado, associação criminosa e posse ilegal de arma de uso restrito – foto: divulgação/PC

Cleydson Pinheiro de Almeida, 20; Flávio Sandro Oliveira da Silva, 21; e Arlison de Souza Marinho, 25, foram apresentados na manhã desta quarta-feira (17) na Delegacia Geral, suspeitos de praticarem um assalto a um salão de beleza de luxo, situado na avenida Nilton Lins, conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

O trio foi preso na tarde de ontem, por volta das 17h, em uma estância, localizada na avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, conhecida como rua do Fuxico, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade, em uma ação conjunta envolvendo policiais civis que atuam no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), 5ª Seccional Centro-Sul e policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).

De acordo com Rafael Guevara, titular do 12º DIP, na ocasião do assalto, o trio invadiu o local e roubou uma quantia em dinheiro cujo valor não foi levado. Com os suspeitos foram encontrados   um carro roubado, um revólver calibre 44 (com seis munições intactas) e um simulacro de arma de fogo, utilizados no delito, além de nove celulares e três relógios das vítimas.

Ainda conforme o delegado, o carro usado no crime foi roubado também na segunda-feira (15), na rua Iguatemi, conjunto Amazonino Mendes, bairro Novo Aleixo, Zona Norte. O carro foi encontrado com o trio com a placa adulterado (DHN – 4060).

Flávio tem duas passagens pela polícia por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uma passagem por formação de quadrilha. Cleydson, quando adolescente, cometeu quatro atos infracionais, sendo dois roubos, um furto e uma lesão corporal. Já maior de idade, ele tem passagem por dois roubos, uma posse ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Arlison tem passagem por violência doméstica e receptação.

Os três foram autuados por roubo majorado, associação criminosa e posse ilegal de arma de uso restrito. Após os procedimentos serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir