Sem categoria

Preso quinto membro do bando que roubou R$ 375 mil do Banco do Brasil em Iranduba

O homem foi autuado pelo crime de roubo majorado e sequestro - foto: divulgação

O homem foi autuado pelo crime de roubo majorado e sequestro – foto: divulgação

O empresário Herculano Martins Alves, 39, conhecido como ‘Padeiro’, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (30) na sede da Delegacia Geral, na Zona Oeste de Manaus. Ele é suspeito de fazer parte da quadrilha que roubou a quantia de R$ 375 mil, no dia 29 de agosto deste ano, de uma agência do banco do Brasil no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

O homem foi preso no dia 5 de setembro, no município de Morada Nova, no Estado do Ceará (CE), em cumprimento a mandado de prisão expedido no dia 12 de agosto deste ano, pelo juiz Josenildo Dourado do Nascimento, da 1ª Vara de Iranduba.

Ele desembarcou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste, na madrugada da última sexta-feira (27).

De acordo com o delegado adjunto da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Denis Pinho, o roubo foi realizado por uma quadrilha formada por seis integrantes. Antes de cometerem o crime, o grupo observou a rotina dos funcionários durante duas semanas.

Na noite do dia 28 de maio, membros da quadrilha sequestraram o gerente e o vigilante da agência, que não tiverem os nomes divulgados, ainda na saída de Iranduba. Em seguida foram à residência do gerente, localizada no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, onde fizeram, além dos dois homens, os familiares do gerente de reféns.

Na manhã do dia seguinte, os outros integrantes da quadrilha chegaram ao local e três deles levaram o gerente e o vigilante ao banco, no município, de onde conseguiram sacar R$ 375 mil em espécie. Herculano e outro comparsa permaneceram na residência da vítima, ameaçando a família dele de morte, caso alguém acionasse a polícia ou tentasse fugir.

Na agência, os outros infratores pegaram o dinheiro e fugiram no carro do gerente. Horas depois atearam fogo no veículo. Após o ocorrido, policiais civis da Derfd, em parceria com a equipe da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, iniciaram as investigações e conseguiram prender quatro dos seis integrantes, no dia 20 de julho deste ano, em Manaus e no estado do Ceará.

O delegado ainda ressaltou que o grupo é especializado em roubos a agências bancárias. O bando agia em diferentes estados do país, entre eles o Amazonas, Ceará, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Com a prisão de Herculano, somente um dos suspeitos que não teve o nome revelado continua foragido.

A polícia informou que Herculano já foi preso no ano de 2010, por fazer parte de outra quadrinha que na época cometeu 29 assaltos a bancos na região Nordeste. Ele também tem passagens por receptação e porte ilegal de arma de fogo.

O homem foi autuado pelo crime de roubo majorado e sequestro. Após os procedimentos, será levado para uma das unidades prisionais da capital.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir