Sem categoria

Preso por roubo, suspeito de matar sargento PM nega crime e diz que foi torturado para confessar

O homem foi autuado por roubo e será encaminhado a Cadeia Pública - foto: divulgação

O homem foi autuado por roubo e será encaminhado a Cadeia Pública – foto: divulgação/ PC

Preso na tarde de ontem (27) pelo roubo R$ 100 mil, no dia 14 de abril, Thiago Costa da Gama, 25, foi apontado pela Polícia Militar como um dos autores da morte do sargento PM Anselmo Camacho Dias, ocorrido em 17 deste mês, mas na manhã desta terça-feira (28) negou o envolvimento no crime.

Durante coletiva de imprensa realizada na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), o suspeito afirmou que foi ameaçado, espancado com pedaços de pau e tapas pelos policiais para gravar um vídeo confessando ter matado o sargento.

Em depoimento, Thiago confessou ter roubado R$ 100 mil de um empresário na Feira da Banana e também ser envolvido em outros crimes, com saidinhas de banco, mas disse que não matou o PM.

“Eu vou pagar pelos meus crimes, mas da morte do policial eu não tenho culpa e espero que prendam o verdadeiro culpado”, comentou.

O suspeito disse ainda que seu primo, que é estagiário no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) sabia que ele era procurado pelo roubo e estava escondido na casa dele, mas que o mesmo não tem nenhum envolvimento com os crimes.

De acordo com o delegado titular da Derfd, Adriano Félix, Thiago também participou de outros dois assaltos a empresários da cidade, sendo um no bairro São José, Zona Leste, do qual roubou R$ 4.500, e outro no Coroado, mesma zona, roubando a quantia de R$ 55 mil.

“Ele está sendo interrogado por esses três crimes, para os quais há mandados de prisão em aberto. Em relação à morte do sargento, ele negou a participação”, disse o delegado.

Adriano Félix falou ainda que as investigações sobre os autores da morte do sargento continuam. “Vamos buscar provas concretas sobre os verdadeiros autores do homicídio e logo daremos uma resposta à sociedade. Não podemos descartar nenhuma possibilidade, mas temos que ter provas concretas sobre a participação dele no crime”.

O homem foi autuado por roubo e será encaminhado a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães e Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir