Dia a dia

Preso por porte ilegal de arma de fogo, rapaz diz que comprou pistola de policial civil

O quarteto foi levado para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa - foto: divulgação

O quarteto foi levado para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa – foto: divulgação

Sem a placa dianteira, o carro modelo Fox preto chamou a atenção de policiais militares durante um patrulhamento na avenida Timbiras, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, na tarde dessa quinta-feira. O veículo tinha apenas a placa traseira: OAN-8186. Quatro homens que estavam no carro foram presos por porte ilegal de arma de fogo.

Fabricio Carlos de Souza Cardoso, 20; Jorge Caio de Souza Cardoso, 18; Júlio Maicon dos Santos, 31; e Leandro Costa Silva, 25, não resistiram à prisão. Eles estavam com uma pistola ponto 40 e um revólver calibre 38, ambos carregados com munição. Em depoimento, Júlio disse que a pistola havia sido comprada de um policial civil que ele não soube dizer o nome. Ao consultarem a numeração da pistola, os policiais constataram que a arma havia sido apreendida dias antes por PMs da Ronda Ostensiva Candido Mariano (Rocam) e levada para o 20° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Júlio declarou também que na casa da namorada dele, no bairro Zumbi, Zona Leste, havia outro revólver calibre 38. Os policiais foram à residência e apreenderam a arma.
O quarteto foi levado para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Após os procedimentos serão levados para uma das unidades prisionais da capital.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir