Dia a dia

Preso por assassinato, chapeiro diz na DEHS que matou em ‘legítima defesa’

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa - foto: Janailton Falcão

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa – foto: Janailton Falcão

O chapeiro Fabricio Santos da Silva, 30, foi apresentando na manhã desta quinta-feira (22), como o autor do homicídio de Antônio Jorge dos Santos Luiz, conhecido como ‘Catapora’, ocorrido no último domingo (18), nas proximidades da feira da Panair, bairro Educandos, Zona Sul da cidade.

O homem foi preso na última segunda-feira (19), após comparecer na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para prestar depoimento sobre o caso, mas foi surpreendido com o mandando de prisão preventiva.

De acordo com o delegado titular da especializada, Ivo Martins, a vítima estava consumindo bebidas alcoólicas com o autor, quando houve um desentendimento entre os dois. Nesse momento começaram a discutir e, durante as ofensas, Fabricio desferiu três facadas em Antônio, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa. “Estávamos bêbedos, ele tentou me matar primeiro, eu só me defendi” disse o chapeiro.
Segundo a polícia, Fabrico já responde a dois processos criminais na Justiça, pelo crime de homicídio, sendo um ocorrido no ano de 2003 e o outro em 2005.

Ele foi autuado por homicídio e será encaminhado a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital amazonense.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir