Dia a dia

Preso por assassinato, chapeiro diz na DEHS que matou em ‘legítima defesa’

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa - foto: Janailton Falcão

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa – foto: Janailton Falcão

O chapeiro Fabricio Santos da Silva, 30, foi apresentando na manhã desta quinta-feira (22), como o autor do homicídio de Antônio Jorge dos Santos Luiz, conhecido como ‘Catapora’, ocorrido no último domingo (18), nas proximidades da feira da Panair, bairro Educandos, Zona Sul da cidade.

O homem foi preso na última segunda-feira (19), após comparecer na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para prestar depoimento sobre o caso, mas foi surpreendido com o mandando de prisão preventiva.

De acordo com o delegado titular da especializada, Ivo Martins, a vítima estava consumindo bebidas alcoólicas com o autor, quando houve um desentendimento entre os dois. Nesse momento começaram a discutir e, durante as ofensas, Fabricio desferiu três facadas em Antônio, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas disse que agiu em legitima defesa. “Estávamos bêbedos, ele tentou me matar primeiro, eu só me defendi” disse o chapeiro.
Segundo a polícia, Fabrico já responde a dois processos criminais na Justiça, pelo crime de homicídio, sendo um ocorrido no ano de 2003 e o outro em 2005.

Ele foi autuado por homicídio e será encaminhado a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital amazonense.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir