Dia a dia

Preso no Zumbi suspeito de tentativa de latrocínio contra mototaxista

O suspeito foi autuado por tentativa de homicídio e falsificação de sinal identificador de veículo, além de uso de documentação falsa - foto: Polícia Civil

O suspeito foi autuado por tentativa de homicídio e falsificação de sinal identificador de veículo, além de uso de documentação falsa – foto: Polícia Civil

A Policia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira (17), Alexandre Matos Rodrigues, 20, na Delegacia Geral, como o autor da tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o mototaxista Júlio César Cruz de Freitas, 31, ocorrido no dia 7 de janeiro deste ano, na rua 6, bairro São José 2, Zona Leste de Manaus.

O suspeito foi preso por volta das 7h de terça-feira (16) na casa dele, situada na rua Presidente Figueiredo, bairro Zumbi, também na Zona Leste, em cumprimento a mandado de prisão expedido no dia 6 de fevereiro deste ano, pela juíza da Central de Plantão Criminal, Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro.

De acordo com o titular do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Cícero Túlio, no dia do crime, Alexandre teria solicitado da vítima uma corrida de moto até a rua 6 do bairro São José. Chegando ao destino, o suspeito disparou aproximadamente seis tiros de arma de fogo no mototaxista e, em seguida, fugiu levando a motocicleta da vítima.

Júlio César foi socorrido e levado para ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, onde permaneceu internado durante vinte dias e foi submetido a cirurgias para reconstituição dos ossos de um dos braços.

“Durante investigação sobre a atuação de uma quadrilha que praticava roubos de motocicletas e adulterava o chassi desses veículos, nossa equipe conseguiu localizar a da vítima. Estava na frente da casa de Alexandre”, disse o delegado.

Ele acrescentou que, “em depoimento, o suspeito negou ter roubado a moto e argumentou que a comprou em um site de vendas. Mas como ele já havia sido preso por receptação no ano passado, iniciamos uma investigação e descobrimos que ele foi autor da tentativa de latrocínio contra o Júlio Cesar”, declarou Cícero Túlio.

O suspeito foi autuado por tentativa de homicídio e falsificação de sinal identificador de veículo, além de uso de documentação falsa. Após os procedimentos legais, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir