Sem categoria

Preso no Redenção homem que tentou matar ex-companheira com barra de ferro

O ajudante de pedreiro foi autuado por homicídio tentado doloso - foto: divulgação/PC

O ajudante de pedreiro foi autuado por homicídio tentado doloso – foto: divulgação/PC

O ajudante de pedreiro José Nunes, 36, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (23), na sede da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), acusado de tentar matar, com uma barra de ferro, a ex-companheira, uma dona de casa de 35 anos, no dia 6 deste maio desde ano, no conjunto Hileia, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste de Manaus.

O suspeito foi preso na tarde de ontem (22), por volta das 16h, na casa da mãe dele, situada na travessa Minerolândia, também no Redenção, em cumprimento a mandado expedido pelo juiz Anésio Rocha, do 2º Tribunal do Júri.

De acordo com a delegada Andréa Nascimento, titular da Deccm, na noite anterior ao crime, a dona de casa recebeu uma ligação, mas não falou aos familiares quem estava ligando e em seguida saiu da residência, alegando que voltaria logo. Porém, no dia seguinte, os familiares foram avisados sobre o crime.

“O funcionário de um estabelecimento comercial, que fica próximo à casa de José, reconheceu a vítima e foi até a casa da mãe dela avisar que a mesma se encontrava jogada em um beco, seminua e visivelmente lesionada”, disse Andréa Nascimento.

Ainda conforme a delegada, no dia 12 de maio de 2016, a irmã da vítima registrou um Boletim de Ocorrência (B.O), no 17º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informando que a dona de casa havia sofrido violentas agressões físicas e estava internada na Unidade de Terapia Intensivo (UTI), do Hospital e Pronto Socorro João Lucio, na Zona Leste, com diversas fraturas no rosto, aguardando para ser submetida a uma cirurgia e que a família suspeitava que o autor das agressões fosse José Nunes.

Após o conhecimento dos fatos, o caso foi transferido para a Delegacia da Mulher. No dia 2 deste mês a vítima recebeu alta hospitalar. A equipe se deslocou até o endereço dela e, durante o depoimento, a mulher confirmou que José Nunes lhe agrediu, após uma discussão.

O ajudante de pedreiro foi autuado por homicídio tentado doloso. Após os procedimentos cabíveis será levada para à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir