Dia a dia

Preso no João Paulo 2, pintor suspeito de matar homem a facadas, em novembro

O suspeito foi autuado em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe - foto: divulgação; Polícia Civil

O suspeito foi autuado em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe – foto: divulgação; Polícia Civil

O pintor Jhoe Denncer Nery Ribeiro, o ‘Denncer’, 19, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (14), suspeito de matar a facadas o autônomo José Rodnei Gonçalves Reges, 59, dia 19 de novembro deste ano.

‘Denncer’ foi preso na tarde da última sexta-feira (11), na rua Jackson Damasceno, conjunto João Paulo 2, bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Conforme a polícia, um adolescente de 17 anos também é suspeito de envolvimento no crime. Ele era conhecido do autônomo e está sendo procurado. A dupla chegou a pedir carona de José Rodnei, mas logo em seguida, o assassinaram.

Para à polícia, ‘Denncer’ afirmou que a intenção não era matar, e sim, roubar o carro para vender depois.

“Nós pedimos uma carona dele até um supermercado e dissemos que íamos pagar para ele R$ 15. Mas no caminho, o meu parceiro disse que ia urinar, foi então que o adolescente matou. Eu só o segurei”, relatou.

O suspeito disse ainda que o autônomo foi morto porque reagiu ao assalto e tentou bater no adolesceste.

De acordo com familiares da vítima, o autônomo era primo do delgado Oscar Cardoso, executado em março de 2014.

O titular da Delegacia Especializa de Homicídio e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, informou que existem pistas do paradeiro do adolescente que foram repassadas por ‘Denncer’, e que a intenção da dupla era matar para depois roubar.

O suspeito foi autuado em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe. Após prestar depoimento, ‘Denncer’ foi levado à cadeia pública.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir