Dia a dia

Preso no Centro homem que matou ‘colega’ com 18 facadas, após discussão

 Bruno foi indiciado por homicídio qualificado e por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito - foto: divulgação/PC

Bruno foi indiciado por homicídio qualificado e por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito – foto: divulgação/PC

Bruno Correa da Silva, 31, conhecido como ‘Beto Cabeludo’, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (22), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), como o autor da morte de Rociandrio Fonseca da Silva, 30, ocorrido do dia 16 deste mês, na rua praia do Areal, parque Solimões, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

O suspeito foi preso na última quinta-feira (18), por policiais da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), nas proximidades da Praça do Relógio, no Centro da cidade. No momento da prisão Bruno estava com um revólver calibre 38.

De acordo com Ivo Martins, titular da DEHS, no dia do fato, a vítima e o autor estavam consumindo bebidas alcoólicas e usando entorpecentes desde o início da noite anterior. Após uma discussão, Bruno pegou uma faca e desferiu, pelo menos, 18 facadas em Rociandrio. Os golpes atingiram o tórax, pescoço e a cabeça do homem que morreu no local.

Ainda conforme o delegado, ‘Beto Cabeludo’ cumpria pena no regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), por roubo majorado. Ele tinha que retornar todos dos dias por volta das 18h para dormir no presido.

Bruno foi indiciado por homicídio qualificado e por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele será levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de capital.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir