Dia a dia

Preso na Redenção homem que matou ‘amigo’ pedreiro durante bebedeira

Silas foi autuado por homicídio qualificado e após os procedimentos será levado para a Cadeia Pública - foto: Ana Sena

Silas foi autuado por homicídio qualificado e após os procedimentos será levado para a Cadeia Pública – foto: Ana Sena

O ajudante de serviços gerais Silas de Souza, 28, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (23), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros ( DEHS ), Zona Leste da cidade, como o autor do homicídio do pedreiro Raimundo da Silva e Silva, 44.

O crime ocorreu no dia 31 de dezembro de 2015, na rua Professor Castro Figueiredo, bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Manaus.

O homem foi preso na tarde dessa segunda-feira (22), no beco Cruzeiro, bairro Redenção, também na Zona Oeste, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela juíza da 2ª vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Ivo Martins, a vítima e o suspeito estavam consumindo bebidas alcoólicas no quintal da casa de Silas, quando, em um determinado momento, Raimundo teria se exaltado e desferido um tapa no rosto do autor, sem motivo aparente.

Ainda conforme o delegado, após o tapa, o suspeito ficou irritado e houve uma discursão entre eles.  Nesse momento, Silas entrou na casa e foi seguido por Raimundo, onde continuaram a discutir. Em seguida, o ajudante de serviços gerais pegou uma faca de mesa que estava sobre a pia da cozinha e desferiu um único golpe no pescoço da vítima, fugindo local em seguida.

“Os dois eram conhecidos e sempre bebiam juntos. O motivo do crime foi absolutamente fútil. Após cometer o crime, Silas fugiu do local e se escondeu na casa da prima dele, localizada no mesmo bairro”, disse o delegado.

Em depoimento, Silas confessou o crime, mas fala que agiu em legitima defesa. “Eu só me defendi, ele me bateu sem nenhum motivo, cometi o crime em legitima defesa”, disse o homem.

Conforme a polícia, o suspeito já responde na Justiça a outros processos por tráfico de drogas.
Ele foi autuado por homicídio qualificado e após os procedimentos será levado para a Cadeia Pública de Manaus.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir