Dia a dia

Preso na Compensa suspeito de matar homem no Mauazinho, em maio

 O suspeito foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil - foto: Janailton Falcão

O suspeito foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil – foto: Janailton Falcão

Alex Trindade Montanha, conhecido como ‘Montanha’, 20, foi apresentado pela polícia na manhã desta sexta-feira (6), na Delegacia Geral, Zona Oeste da cidade, suspeito de ser o autor do homicídio de Francisco Edgard de Souza Bezerra, 35, ocorrido no dia 25 de maio deste ano, na comunidade Parque Mauá, bairro Mauazinho, Zona Leste.

O homem foi preso na noite dessa quinta-feira (5), na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste, em cumprimento a mandado expedido pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Eliézer Fernandes Júnior.

Ao chegar à delegacia, o suspeito apresentou uma certidão de nascimento falsa, com o nome de Alex da Silva Trindade, mas após fazer uma busca pelo sistema, os policiais descobriram o nome verdadeiro do jovem e também que ele já tinha três passagens por crime de tráfico de drogas e homicídio. Ele também possuía passagens por roubo e sequestro, quando era menor de idade.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs), Ivo Martins, a vítima estava em casa, quando o ‘Motanha’ foi à residência e chamou por Francisco, mas a vítima não atendeu ao chamado.

O suspeito teria ficado do lado de fora da casa, onde esperou a vítima sair para comprar cigarro. Nesse momento, Alex e um comparsa – que ainda não foi identificado -, se aproximou do homem e disparou dois tiros que o atingiram na coxa e peito.

A polícia informou que a motivação do crime seria uma discursão devido a um ar-condicionado, pertencente à vítima, e que um dos comparsas de ‘Montanha’ teria roubado.  Francisco teria ido tomar satisfações com o autor e o mesmo não teria gostado.

O suspeito foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil. Após os procedimentos cabíveis será encaminhado a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir