Dia a dia

Preso jovem envolvido no homicídio de homem encontrado decapitado no Tarumã

Após os procedimentos legais na delegacia, onde Ricardo foi indiciado por homicídio qualificado, o jovem será conduzido à Cadeia Pública - foto: divulgação

Após os procedimentos legais na delegacia, onde Ricardo foi indiciado por homicídio qualificado, o jovem será conduzido à Cadeia Pública – foto: divulgação

Ricardo da Silva Barroso, 21, conhecido como ‘Nem’, foi preso na última sexta-feira (11), na rua 12 da Comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, por envolvimento na morte de Francinei Soares de Pinho, ocorrido no dia 16 de fevereiro deste ano, na mesma área onde o suspeito foi preso.

De acordo com o chefe de investigação do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Marcelo Valois, Ricardo teria envolvimento com o tráfico de drogas na cidade e em companhia de outros três homens, ainda não localizados, cometeu o homicídio com resquícios de crueldade.

“A vítima tinha 31 anos. Ricardo alvejou Francinei com um tiro e, em seguida com a ajuda dos comparsas, desferiu vários golpes de terçado na vítima, que acabou decapitado”, explicou Marcelo Valois.

Ainda conforme o chefe de investigação, o suspeito foi preso após um trabalho minucioso de investigação.

“As investigações apontaram que a vítima, era usuária de drogas e teria roubado R$ 3 mil de um traficante que atua na comunidade União da Vitória, esse traficante mandou Ricardo, juntamente na companhia dos comparsas matar Francinei”, informou o investigador.

Em depoimento na delegacia, o jovem, preso em função de mandado de prisão expedido no último dia 9 de março, pelo juiz Mauro Antony, do Plantão Criminal, confirmou participação no delito. “As diligências sobre o caso continuam para localizarmos e prendermos os outros três homens que atuaram no homicídio”, concluiu.

Após os procedimentos legais na delegacia, onde Ricardo foi indiciado por homicídio qualificado, o jovem será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ele irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir