Dia a dia

Preso homem que matou ‘amigo’ asfixiado no Aleixo, após discussão em bebedeira

Daniel foi preso flagrante por homicídio. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Cadeia Pública - foto: divulgação/PC

Daniel foi preso flagrante por homicídio. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Cadeia Pública – foto: divulgação/PC

A polícia apresentou na manhã desta segunda-feira (25), na sede da Delegacia Geral, na Zona Oeste de Manaus, o ex-presidiário Daniel dos Santos Cabral, 25, conhecido como ‘Rato’, como o autor do homicídio de Raimundo Valois de Lima, 41, no dia 21 deste mês, no bairro Aleixo, Zona Centro Sul da cidade.

O suspeito foi preso horas depois do crime, pela equipe de investigação do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na rua A, conjunto Jardim Paulista, no mesmo bairro onde ele cometeu o assassinato.

De acordo com o delegado titular do 16º DIP, Marcelo Martins, o suspeito e a vítima estavam consumindo bebidas alcoólicas na casa de Raimundo, quando se desentenderam e iniciaram um discursão. Os dois travaram uma luta corporal e durante a briga a vítima pegou uma faca e tentou esfaquear Daniel, que reagiu e conseguiu mobilizar o homem, enforcando-o até a morte.

Em depoimento, o suspeito confessou o crime, mas alegou legítima defesa. “Sou usuário de droga há cinco anos e, no momento do crime, eu estava bêbado e drogado, assim como ele, mas eu só me defendi, pois ele iria me esfaquear”, disse o ex-presidiário.

Daniel foi preso flagrante por homicídio. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir