Dia a dia

Preso em centro de reabilitação de menores, suspeito tem prisão preventiva decretada

Mayque foi autuado por homicídio e levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus - foto: PC

Mayque foi autuado por homicídio e levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus – foto: PC

Preso no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste, onde estava cumprindo pena socioeducativa por roubo quando ainda era adolescente, Mayque Nascimento da Costa, 19, o ‘Mayquinho’, teve a prisão preventiva decretada pela Mirza Telma de Oliveira Cunha, do 2º Tribunal do Júri.

Ele é suspeito de ter matado Helison Soares Marques, conhecido como ‘Metralha’, no dia 25 de dezembro de 2015, no bairro Novo Israel, Zona Norte da capital, em frente à casa da vítima.

O delegado Ivo Martins, da Delegacia Especializada de Hpomicídios e Sequestros (DEHS), disse que Mayque confessou o crime em depoimento. “O Mayque confessou e relatou que, após ser atingido com um soco, ele correu em direção à casa do avô dele, pegou uma pequena faca de mesa e saiu à procura de Helison. Encontrou a vítima na frente da casa onde ele morava, o atacou e desferiu vários golpes nas costas da vítima” disse o delegado.

Mayque disse, no depoimento, que estava consumindo bebida alcoólica com um amigo quando Helison se aproximou e atirou pedras na direção deles. Umas das pedras atingiu a cabeça do amigo.

“Mayque contou que travou uma luta corporal com a vítima e foi atingido com um soco no nariz, o que o deixou irritado”, disse Martins, ao revelar que Mayque e Helison já tinham tido uma rixa em razão de uma briga de rua.

Mayque foi autuado por homicídio e levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir