Sem categoria

Preso bando que usava distribuidora de bebidas para o tráfico de drogas na Redenção

Todos detidos por volta das 16 de ontem, numa distribuidora de bebidas que servia como fachada - foto: Janailton Falcão

Todos detidos por volta das 16 de ontem, numa distribuidora de bebidas que servia como fachada – foto: Janailton Falcão

A polícia apresentou na manhã desta quarta-feira (7) seis pessoas envolvidas com o tráfico de drogas no bairro Redenção, Zona Centro-Oeste de Manaus. Todas detidas por volta das 16h de ontem, numa distribuidora de bebidas que servia como fachada para a venda de entorpecentes na rua Natividade.

Johnny Ribeiro de Oliveira, 32, Pedro Chimenes de Oliveira Júnior, 27, Diego Araújo Riker, 27, Edimar Carvalho de Souza Júnior, 34, Flávio Ribeiro dos Santos, 24, foram presos e um adolescente de 17 anos apreendido.

Segundo o delegado titular da Secional Centro-Oeste, Alessandro Albino, o grupo vinha sendo investigado há pelo menos 20 dias, a partir de denúncias anônimas feitas pela comunidade por meio do 181.

Com o grupo foram encontrados três revólveres calibre 38 com numeração raspada, uma espingarda calibre 16, e munição de calibre ponto 40. “As denúncias davam conta que o grupo usava esse armamento justamente para intimidar os moradores para que não denunciassem a ação ilícita”, informou o delegado.

Ele acrescentou que com o grupo foi encontrado também um quilo de pasta-base de cocaína, 500 gramas de maconha tipo skunk e R$ 3.843 em espécie.

“A quadrilha já atuava há pelo menos dois anos na Redenção e o chefe, que é o Pedro Júnior, tinha o auxílio de um irmão, do menor que atuava como ‘avião’ e de outras pessoas que eram funcionários de fachada da distribuidora. Todos recebiam encomendas, realizam compras e entrega de drogas. Inclusive por meio de telefone”, disse o delegado.

Alessandro Albino também explicou que a distribuidora servia como álibi para a grande movimentação no local. “Esse foi o segundo caso envolvendo distribuidora de bebidas. Eles usam isso para ‘justificar’ a entrada e saída de pessoas no local, assim como o enriquecimento das pessoas envolvidas, já que o comércio é uma atividade legal”.

O bando foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma, tanto de uso restrito como de uso permitido.

Por Yndira Assayag
Colaborou Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir