Sem categoria

Preso bando que cometia crimes na cidade a mando do traficante ‘João Branco’

bando-Mara

A polícia apresentou na manhã desta segunda-feira (4) um grupo de criminosos liderado pelo narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’. Eles foram presos com arma e carros com placas frias, no último sábado (3), no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Erivelton da Silva Medeiros, 19, Rodrigo Azevedo Gaia, 21, Thiago Alves Abrantes, 23, Darlison Sousa Durães, 26, Bruno Nogueira Barbosa, 27 e Clemilson dos Santos Farias, 36, são suspeitos de cometerem várias homicídios pela cidade a mando do ‘João Branco’.

De acordo com o delegado adjunto do Departamento de investigação sobre Narcóticos  (Dernac), Thyago Tenório, as investigações duraram um mês. No momento da prisão, os homens estavam em dois veículos, sendo um Voyagem Prata de placa AWL-0435, que era usado pelos suspeitos como viatura da Polícia Civil, e um Prisma cor vermelha, placa BLC -8864.

Conforme o delegado, os homens estavam em um posto de combustível, no bairro Santa Etelvina, quando avistaram os policiais, ligaram a sirene da viatura falsa para despistar a polícia.

Segundo a polícia, depois da abordagem, os policiais foram em três casas localizadas na avenida Ouro, conjunto  Bem-Hur, bairro Cidade de Deus, Zona Norte; avenida Torquato Tapajós, conjunto Allegro, comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, e na rua Padre Unidas Brito, bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Nos locais foram apreendidos, um Honda City preto de placa NPA-3314, uma Picape S10 cinza, placa OAI-8117, uma motocicleta CB 300 preta, placa OAG-4733, uma submetralhadora 9 milímetros, cinco pistolas PT.40, dois revólver calibre 38, 10 munições calibre 98 intactas, 35 projéteis de 9 milímetros, 79 projéteis de PT.40 e R$ 22 mil em espécie.

Ainda de acordo com a polícia, todos os carros usavam placas frias. Dos sete presos, somente Clemilson ainda não tinha passagem pela polícia. Os demais respondem por crimes como homicídio e tráfico de drogas e estavam em liberdade provisória.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, os suspeitos são investigados por vários homicídios na cidade. “Eles matavam a mando do João Branco, já confirmamos mais de 10 homicídios cometidos por eles. Acreditamos que ainda têm mais”, disse Martins.

O grupo foi autuado por associação criminosa e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Após os procedimentos, serão encaminhados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vida Pessoa, no centro de Manaus.

Por Mara Magalhães (especial EM TEMPO online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir