Dia a dia

Preso, assassino de ‘Bola’ diz que vítima tentou matá-lo após descobrir ‘caso’ com sua namorada

polícia 2

‘Léo’ foi preso no último sábado (8), em um quarto no beco Monsenhor Pinto, bairro da Paz – foto: Cecília Siqueira

A Polícia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira (10) o suspeito de matar Roberto Campos Silva, o ‘Bola’, 19, em 2 de maio deste ano. Trata-se do desempregado Leonan da Silva Farias, o ‘Léo’, 18, preso no último sábado (8), em um quarto no beco Monsenhor Pinto, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste da cidade.

Na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ‘Léo’ disse que a vítima já teria tentado matá-lo, ao descobrir que o mesmo estava tendo um caso amoroso com sua namorada, identificada apenas como ‘Andreza’.

“Ele ficou com ciúmes e, quando descobriu, me pegou pelas costas e furou quatro vezes com um gargalo de garrafa. Então um dia peguei uma arma caseira que eu tinha e fui à casa dele. Dei um tiro no peito do Bola”, contou.

O homicídio ocorreu nos fundos da casa onde morava Leonan, localizada na rua do Amor Agarradinho, antiga rua 4, também no bairro da Paz. Ele foi informado sobre a presença da vítima no local por uma mulher identificada apenas como ‘Sulen’.

Coletiva DEHS- foto divulgação Grupo Imprensa

A vítima, mesmo ferida, conseguiu correr e pular o muro casa, mas não resistiu ao ferimento e morreu dentro de um depósito de veículos de uma autarquia municipal.

O titular da DEHS, Ivo Martins, disse que Bola, confirmou que a motivação inicial do crime foi algo relacionado à vingança, mas não descartou a possibilidade de uma desavença por tráfico de drogas.

“Com os dois eram usuários, acreditamos que a desavença possa estar relacionada ao fato, mas em depoimento Leonan afirmou claramente que foi por vingança, por isso não podemos afirmar nem descartar nenhuma hipótese”.

Leonan da Silva Farias foi indiciado por homicídio qualificado em cumprimento de mandado expedido pela segunda vara do Tribunal do Juri e vai descer à cadeia onde ficará à disposição da Justiça.

Por equipe EM TEMPO Online
Colaborou Cecília Siqueira

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir