Política

Presidente elogia negociações com o México

A presidente Dilma Rousseff fez um balanço positivo da viagem ao México, elogiando o início das negociações para ampliar os acordos comerciais e a criação de um acordo de proteção e facilitação mútua de investimentos.

Questionada sobre se isso afetaria a relação com o Mercosul, Dilma disse que não. “Nós consideramos o Mercosul um marco importante, não podemos desconhecer as relações que nós temos com a Argentina, com o Uruguai, com o Paraguai e agora com a Venezuela. São acordos importantes que não são conflituosos com os demais.”

Dilma reforçou que a necessidade de estimular o comércio exterior está relacionada ao fim do superciclo das “commodities”, que fez com que o preço de itens importantes para as exportações brasileiras, como o minério de ferro, tivessem queda nos preços.

“O fim do superciclo das commodities faz com que nós tenhamos de ter um esforço maior na área internacional, não significa que a gente vai deixar de olhar para as commodities”.

Cachaça e Tequila

Ao final da entrevista, uma jornalista comentou sua elegância. Dilma ressaltou que, além da alimentação saudável, é bom “andar, fazer exercício”, mas acrescentou que cachaça e tequila não estão proibidas. “Isso pode, só não pode todo dia. Uma vez ou outra você comemora com uma tequila, com uma cachaça.

Como eu, sendo originária do nosso país, defender que não se pode tomar uma caipirinha? Faz parte da saúde também, a alegria.”

 

Por Folha Press

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir