Política

Presidente do Senado anuncia que comissão do impeachment será eleita segunda-feira  

O presidente do Senado, no entanto, decidiu antecipar a eleição do colegiado para a próxima segunda-feira (25), acolhendo sugestão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) - foto: divulgação

O presidente do Senado, no entanto, decidiu antecipar a eleição do colegiado para a próxima segunda-feira (25), acolhendo sugestão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) – foto: divulgação

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), decidiu há pouco que a comissão especial de senadores que vai analisar a admissibilidade do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff será eleita na próxima segunda-feira (25).

 

No início da tarde, após reunir-se com líderes da Casa, Calheiros havia decidido que a comissão seria instalada somente na terça-feira (26). Isso porque, segundo Calheiros, alguns líderes de blocos partidários exigiam o prazo regimental de 48 horas para indicar os nomes dos integrantes do colegiado.

O presidente do Senado, no entanto, decidiu antecipar a eleição do colegiado para a próxima segunda-feira (25), acolhendo sugestão do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Neves, que é presidente do PSDB, sugeriu manter o prazo de 48 horas para indicações, ou seja, sexta-feira (22), mas propôs antecipar a eleição do colegiado de terça para segunda.

Diante de diversas questões de ordem de senadores de oposição, que criticavam a decisão inicial de Calheiros de marcar a eleição apenas na terça-feira, o presidente do Senado disse ainda que cogita pedir ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que passe a presidir os trabalhos do processo de impeachment no Senado. Segundo Calheiros, isso evitaria a proliferação de questões de ordem e dúvidas sobre o rito a ser adotado.

Por Agência Câmara

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir