Mundo

Presidente da Tunísia decreta estado de emergência no país

Beji Caid Essebsi, presidente da Tunísia, decretou estado de emergência em todo o país a partir deste sábado (4), decisão tomada após o último atentado jihadista que deixou 38 mortos na semana passada.

O porta-voz de presidência, Moez Sinaoui, informou que o chefe de Estado fará um discurso à nação pelo canal de televisão nacional às 17h (13h, no horário de Brasília) para explicar os motivos da decisão.

O estado de emergência foi decretado oito dias depois do último atentado jihadista, que deixou 38 turistas estrangeiros mortos em um hotel da cidade litorânea de Sousse, no sul da Tunísia.

Esta é a quarta vez que se decreta estado de emergência na história do país.

O decreto dá aos ministérios de Interior, Defesa e Justiça poderes excepcionais para proteger os interesses e a segurança do Estado.

Os governadores regionais poderão proibir a circulação de pessoas ou veículos e qualquer greve ou manifestação pública sem aviso prévio.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir