Mundo

Presidente da Colômbia não descarta encontro com líder das Farc

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, não exclui a hipótese de se encontrar, “caso seja necessário”, com o líder das Farc, Timoleon Jimenez “Timochenko”, dentro das negociações de paz entre o governo e a guerrilha.

O chefe da equipe de negociadores do governo colombiano, Humberto de la Calle, reuniu-se com “Timochenko” por duas ocasiões, “com a minha autorização expressa”, afirmou o presidente colombiano numa entrevista publicada hoje pelo jornal Semana.

O irmão do presidente, Enrique Santos, antigo diretor do jornal colombiano El Tiempo e negociador na fase preparatória do diálogo de paz, também se encontrou “uma vez” com o líder das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), disse.

As negociações entre o governo colombiano e os responsáveis pelas Farc começaram em novembro de 2012, em Havana, com o objetivo de colocar um ponto final no mais longo conflito da América Latina.

A perspetiva de um cessar-fogo bilateral começa a ganhar força com a trégua respeitada pela guerrilha desde 20 de julho.

No último dia 12 de julho, o governo e as Farc anunciaram um acordo para a redução da escalada do conflito, que prevê uma diminuição das operações do Exército, pela primeira vez desde o início das conversações.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir