Esportes

Presidente da CBF diz que não vai renunciar ao cargo

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, disse que não vai renunciar ao cargo por causa das denúncias de corrupção na entidade. “É impossível renunciar e não vou renunciar porque não tenho nada a ver com isso”, garantiu há pouco em entrevista na sede da CBF, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Del Nero negou ainda que tivesse conhecimento sobre o recebimento de propina, como vem sendo denunciado, com a participação do ex-presidente da CBF José Maria Marin. “Não tive conhecimento em hipótese alguma”, contou.

Del Nero informou ainda que voltou de Zurique, na Suíça, onde participava da reunião da Federação Internacional de Futebol (Fifa), para esclarecer os fatos. Ele adiantou que a CBF está colaborando com as autoridades brasileiras e todos os documentos necessários para as explicações serão repassados. “Todos os setores que necessitarem de informações nós vamos dar, por isso estou presente”, assegurou.

O presidente admitiu que há uma crise que envolve a entidade, mas acrescentou que os campeonatos em andamento não sofrerão interrupção.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir