Mundo

Presidente argentino e funcionários terão de pagar própria comida na Casa Rosada

A nova regra foi anunciada em uma circular da Secretaria-Geral da Presidência Argentina - foto: divulgação

A nova regra foi anunciada em uma circular da Secretaria-Geral da Presidência Argentina – foto: divulgação

A partir de 22 de fevereiro, os funcionários da Casa Rosada poderão consumir gratuitamente apenas água, chá ou café. Se solicitarem outra bebida ou comida, devem pagá-la. A medida inclui o presidente da Argentina, Mauricio Macri, e todos os seus ministros.

Segundo o jornal “La Nacion”, a nova regra foi anunciada em uma circular da Secretaria-Geral da Presidência Argentina. Quando a nova norma estiver valendo, Macri passará a pagar até por sua Coca-Cola light diária -que costuma tomar durante o almoço, para acompanhar a salada de abacate e palmito.

Essa não é a primeira medida deste governo relacionada a privilégios de funcionários públicos. A delegação argentina que viajou a Davos (Suíça) durante a semana do Fórum Econômico Mundial frequentou um dos restaurantes mais baratos da cidade, apesar de estar em um dos centros de esqui mais exclusivos e luxuosos da Europa, informou o jornal.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir