Dia a dia

Presa quadrilha que furtava residências nos bairros Armando Mendes e Zumbi dos Palmares

As investigações em torno do caso iniciaram há dois meses e 15 vítimas formalizaram ocorrências de furtos - foto: divulgação

As investigações em torno do caso iniciaram há dois meses e 15 vítimas formalizaram ocorrências de furtos – foto: divulgação

A quadrilha formada por Inolan Sales Maia, 34; Yamille Ribeiro Lobo, 26, e Maik William Maciel Zaire, 22, foi presa em flagrante nessa sexta-feira (29), por volta das 11h, por  envolvimento  com furtos a casas  localizadas nos bairros Armando Mendes e Zumbi dos Palmares,  Zona Leste.

De acordo com o titular do  25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Eduardo Paixão,  Inolan e Yamille foram presos por volta das 11h, em via pública, na avenida Autaz Mirim, bairro Coroado, Zona Leste, em posse de quatro televisores e um som amplificador furtados horas antes. Com a dupla foi apreendido ainda um celular. Maik foi interceptado por volta das 14h, na Rua Paracuuba, bairro São José Operário, por participar dos furtos.

“Eles se passavam por vendedores de rifas e iam de casa em casa oferecer os bilhetes. Quando percebiam que não tinha gente dentro dos imóveis arrombavam a porta para furtar artigos eletrônicos e eletrodomésticos. O trio vinha praticando os furtos pela manhã e início da tarde, horário em que os moradores, geralmente, estão trabalhando e não estão em casa”, explicou Paixão.

O delegado informou que as investigações em torno do caso iniciaram há dois meses e 15 vítimas formalizaram ocorrências de furtos naquela área da cidade. “As circunstâncias são iguais. Estamos intensificando as investigações para confirmarmos o envolvimento do trio em todos esses furtos ocorridos nos últimos dias nos bairros Armando Mendes e Zumbi dos Palmares”, disse.

Os infratores foram autuados em flagrante por associação criminosa e furto qualificado. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, Inolan e Maik serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. Yamille será levada ao Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir