Economia

Prejuízo da Petrobras é de R$ 3,759 bilhões no terceiro trimestre do ano

 

Senado vai investigar suspensão das obras de refinaria da Petrobras no Maranhão- foto: divulgação

 foto: divulgação

A Petrobras teve um prejuízo de R$ 3,759 bilhões no terceiro trimestre de 2015. O resultado do período está sendo apresentado neste momento pela diretoria da empresa, no Centro Empresarial Senado, no centro do Rio.

O resultado negativo é 29,6% menor do que o prejuízo de R$ 5,339 bilhões acumulado de julho a setembro de 2014. Segundo a Petrobras, entre janeiro e setembro o balanço ainda é positivo, com lucro de R$ 2,102 bilhões, o que representa queda de 58,1% sobre o mesmo período do ano passado.

De acordo com a empresa, o prejuízo foi decorrente dos efeitos da depreciação cambial, “que geraram maiores despesas financeiras líquidas”.

O resultado operacional ficou em R$ 5,8 bilhões, com redução de 39% na comparação com o segundo trimestre de 2015. Os números decorrem do menor lucro bruto e maior despesa com contingências judiciais, especialmente com processos trabalhistas e tributários, que somaram R$ 2,3 bilhões.

Houve impacto ainda de maiores gastos com baixas de poços secos e/ou subcomerciais, da ordem de R$ 668 milhões, e maiores gastos com devolução de campos à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocomustíveis (ANP).

 

Por Agencia Brasil

1 Comment

1 Comment

  1. rogerio

    13 de novembro de 2015 at 06:12

    Brasil para inglês ver, que só se engana a si mesmo.
    Provocando consequências funestas para o povo.
    Que paizinho de merda é esse “brasilzinho”! É inacreditável que com tantas facilidades isso seja assim. Acabando por não ter nada de bom para se orgulhar! Exceto pela natureza, clima agradável, calmo e tranquilo com suas florestas exuberantes seus mananciais abundantes.
    É, mas isso sem uma boa administração não vale nada, é como um jardim mau cuidado e uma casa abandonada e emporcalhada.
    Infelizmente por influência de tudo de ruim que possa alimenta o caráter do ser humano aqui se impregnou com facilidade, se espalhando entre todos como epidemia, contaminando todos os níveis do convívio social, desde os mais humildes até os mais jactanciosos de poder, estes por sinal com muita hipocrisia e crueldade interpretando os fatos as suas necessidades pessoais.
    O povo alienado ao sistema, uns por ganancia e outros por pura estupides, na sua maioria extremamente medíocres e ignorantes, sem a mínima percepção dos acontecimentos ao seu redor, sem o mínimo conhecimento das consequências de seus atos que afetam a todos, absorvem com facilidade tudo que é lhe imposto sem o mínimo interesse de sua real conveniência.
    Não existe desculpa para isso, o que existe é um grande pouco caso daqueles que poderiam ajudar, “os escolhidos para governar e seus protagonistas”, educando e conduzindo o povo com igualdade e respeito, como um bom pai de família o deveria fazer para seus filhos.
    Mas ao contrário a um modelo de democracia correto, aqui isso não satisfaz os donos do poder e líderes governistas.
    Procuram estudar meticulosamente uma forma de extrair o máximo do povo, cria-se articuladores abomináveis, que alimentam os irresponsáveis maquiavélicos, tendo como tema principal, “Os fins inescrupulosos justificam os meios solucionáveis para liderar o poder eterno”.
    É, não dá para acreditar, o tamanho da ignorância do povo que aceita e vive esta situação alienados ao seu egoísmo estupido e sem graça, fica bem evidenciado que aqui ainda vivemos nos tempos medievais da história da humanidade.
    “Quem pode mais, chora menos, principalmente os subornáveis”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir