Política

Prefeituráveis, deputados planejam disputa eleitoral

Candidatos garantem que irão fazer campanha fora do horário de atividade parlamentar na Aleam – fotos: arquivo AET

Candidatos garantem que irão fazer campanha fora do horário de atividade parlamentar na Aleam – fotos: arquivo AET

A 30 dias para o início da campanha eleitoral, deputados estaduais que são pré-candidatos a vereador e a prefeito de Manaus e de outros municípios do Amazonas garantem que irão fazer campanha fora do horário de atividade parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam). A exceção é o deputado Sabá Reis (PR), pré-candidato a prefeito do município de Autazes, que optou por se licenciar de suas atividades legislativas, sem remuneração, durante este período.

Sabá explicou que decidiu pela licença por que Autazes (a 108 quilômetros de Manaus) é longe da capital e será de extrema importância a sua presença na cidade durante todo este período. O deputado adiantou que vai consultar o setor jurídico da Assembleia para pedir afastamento das atividades.

O deputado adiantou que pretende fazer em Autazes o maior programa de governo, caso seja eleito, nunca feito na cidade, que vai girar em torno da recuperação da infraestrutura do município.

Os demais deputados pré-candidatos consultados pelo EM TEMPO descartaram qualquer ausência das sessões no período eleitoral. De olho na Prefeitura de Parintins, onde planeja um terceiro mandato, Frank Bi Garcia (PSDB) afirmou que planeja viajar ao interior somente às sextas-feiras e retornar na noite das segundas-feiras para cumprir suas atividades legislativas na semana.

“Eu acredito que vai dá para conciliar a campanha eleitoral com os trabalhos no parlamento”, salientou Garcia. Ele aproveitou para dizer que Parintins está enfrentando um problema muito sério e que vai propor otimizar os recursos do orçamento municipal.

Também aspirantes a uma cadeira no Executivo, os deputados José Ricardo (PT) e Serafim Corrêa (PSB) se preparam para se revezar entre o Legislativo e a campanha à Prefeitura de Manaus. Mas, eles garantem que farão campanha somente após o expediente.

Ex-prefeito de Manaus no quatriênio 2004-2008, Serafim afirma que vai continuar com sua rotina normal no parlamento. Ele adianta que está na reta final para reunir dados para seu programa de governo.

José Ricardo frisou que, quando era vereador, nunca faltou os trabalhos no período de campanha para deputado estadual e não será essa que ele fará diferente. Ele ainda ressalta que a sua principal proposta para o plano de governo será a participação da sociedade no que diz respeito à transparência.

Questionados sobre possíveis rivalidades dentro da Assembleia por conta da disputa comum, os dois deputados pré-candidatos confirmaram que a relação tem que ser civilizada, como sempre foi, e cada um deve se concentrar em seus respectivos partidos, de forma a oferecer à população de Manaus as suas propostas e ideias, e que vença o melhor.

Discurso político
Questionados sobre o ‘palanque gratuito’ que a tribuna da Assembleia pode proporcionar, os pré-candidatos consultados pelo EM TEMPO garantiram que não irão fazer discurso eleitoral em tribuna, tendo em vista a proibição prevista na Legislação Eleitoral, o que pode resultar em processo de cassação do mandato.

O presidente da casa, deputado Josué Neto (PSD), disse que, desde o início do ano, vem pedindo dos colegas para que tenham foco nas decisões que atendam à sociedade, como debates que venham de encontro à necessidade da população. “Em um ano eleitoral, os ânimos se exaltam e muitos dos assuntos tratados e trazidos são de política eleitoral. Tenho solicitado para que não entrem nesse caminho, de levar as discussões para o campo político eleitoral. Os debates eleitorais, historicamente, prejudicam um trabalho institucional”, disse.

Por Diogo Dias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir