Dia a dia

Prefeituras do AM vão receber mais de R$ 1,4 bilhão do Governo do Estado

Melo informou que, dos R$ 1,159 bilhões que serão investidos na educação, 60% será destinado para o interior – Divulgação

O montante de R$ 1,4 bilhões que serão destinados para as prefeituras do interior do Estado, no biênio de 2017/2018, é a soma dos 60% do repasse destinados para a educação e 50% que serão investidos em infraestrutura. As aplicações, foram anunciadas pelo governador do Amazonas, José Melo (Pros), em entrevista, durante a abertura do Encontro Amazonense de Novos Gestores.

Em valores reais, o chefe do Executivo Estadual informou que, dos R$ 1,159 bilhões que serão investidos na educação, 60% será destinado para as prefeituras do interior do Estado. Cerca de R$ 659,400 milhões, dos R$ 1,5 bilhão destinado para infraestrutura, 50% deve ser direcionado paras as prefeituras interioranas, um total que deve girar em torno de R$ 750 milhões.

“O que mais soma em Manaus, na questão de infraestrutura é a avenida das Flores, os dois anéis e o Prosamim. O restante do recurso é todo para o interior, sendo direcionado para asfaltamento de vicinais, além da implantação do sistema de abastecimento de água”, disse Melo.

Durante o evento, José Melo frisou sobre o investimento de R$ 450 milhões que, serão destinados para a Matriz Econômica Ambiental. Segundo o governador, o Estado passa a ter, além dos recursos frutos do faturamento da Zona Franca de Manaus, um novo braço econômico somatório da nova matriz econômica, que segundo ele, deve surgir como um fator descentralizador da economia do Amazonas voltada, também, para o interior do Estado.

José Melo explicou sobre a importância do encontro dos novos gestores, segundo o governador, a medida da Associação Amazonense dos Municípios (AAM) de trazer os prefeitos para o evento, serve de orientação e aprendizagem, para que os novos gestores possam a aplicar de forma correta os recursos públicos. Só assim, segundo o gestor estadual, os prefeitos poderão fazer uma boa gestão.

“Isso, vai gerar muito mais serviço lá na ponta e o conforto dos prefeitos em saber que, eventualmente, podem sair da gestão do município sem ser preso ou responder algum processo por irregularidades administrativas”, afirmou o governador.

Municipalização

Ainda, durante o evento, José Melo falou da importância da municipalização na área da saúde. Segundo o governador, pelo fato dos prefeitos estarem próximos das diversas situações e dificuldades nas unidades médicas, eles podem cuidar melhor do sistema de saúde.

O Chefe do Executivo explicou que continuará dando todo o apoio que já destina para as unidades de saúde, mas que a escolha da gerência seria do município.

Para o presidente da AAM, ex-prefeito de Itamarati (a 985 km de Manaus), João Campelo (PMDB), a intenção da associação é fortalecer a relação dos municípios amazonenses com os ministérios do Governo Federal, com as secretarias do Governo do Estado e com a AAM.

Segundo João Campelo, estiveram presentes no evento, o Ministério da Saúde, da Educação, da integração, como também, algumas secretarias do Governo estadual. Outro objetivo do encontro, segundo o presidente da AAM, é debater o interesse municipalista.

“Esse debate é muito importante no momento que estamos enfrentando uma crise econômica”, disse.

João Campelo explicou que o grande desafio de fazer uma gestão eficaz, vem por conta do isolamento, da logística e da comunicação. Ele vem conversando junto ao Governo a respeito dessas dificuldades. Ele disse, ainda, que ficou bastante feliz pelo posicionamento do governador José Melo, que se comprometeu em receber cada prefeito de forma individual.

Henderson Martins

EM TEMPO

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir