Dia a dia

Prefeitura convoca pais de crianças para últimos dias de vacinação contra a Pólio

A campanha de vacinação contra a Poliomielite termina na próxima segunda-feira (31) - foto: Marinho Ramos/Semcom

A campanha de vacinação contra a Poliomielite termina na próxima segunda-feira (31) – foto: Marinho Ramos/Semcom

Na reta final da ‘Campanha de Vacinação contra a Poliomielite’, que termina na próxima segunda-feira (31), a Prefeitura de Manaus está convocando os pais e responsáveis por crianças de 6 meses a 5 anos incompletos para que vacinem seus filhos e oferece o serviço também em dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de horário ampliado, com funcionamento das 7h às 21h e no sábados até o meio-dia.

Manaus está acima da média da Campanha Nacional de Vacinação e já contabiliza 117.130 doses da gotinha que combate a paralisia infantil, alcançando um percentual de 72,5% do público-alvo na cidade.

“A importância das nossas crianças tomarem a vacina é para não deixar mais a pólio voltar ao Brasil, já que ela está erradicada nas Américas desde 1990, mas não está erradicada no mundo todo. Pais levem suas crianças o quanto antes para tomar a vacina”, alertou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A campanha se estende até o dia 31 e não haverá prorrogação. A vacinação está disponível em todas as UBSs de 7h às 17h e, ainda, em postos avançados espalhados por toda a cidade. Paralelo a isso, também é realizada a Campanha de Multivacinação, com a meta de atualizar o cartão vacinal de todas as crianças que comparecerem às unidades de saúde no período.

A multivacinação oferta, em um momento de reforço, doses de diversas vacinas à população, com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e aperfeiçoar a logística dos serviços de saúde, visando evitar doenças imunopreveníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola e meningite.

“Pedimos a colaboração e a responsabilidade dos pais para manter os filhos vacinados. Então, basta se dirigir até a unidade de saúde, levando o cartão de vacina e lá o vacinador vai verificar se existem outras doses de vacina em atraso, e se tiver, a criança recebe na hora também, junto à dose de combate à pólio”, explicou a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir