Sem categoria

Prefeito se defende de acusações nas redes sociais e diz que “não há limites para a maldade”

 

Arthur Neto também afirmou já ter tido muitos cães e atualmente tem quatro em casa - foto: divulgação

Arthur Neto também afirmou já ter tido muitos cães e atualmente tem quatro em casa – foto: divulgação

O prefeito Arthur Virgílio Neto respondeu, nesta terça-feira (1º), aos ataques que sofreu recentemente nas redes sociais, a respeito da matança de cachorros, em Manaus. Segundo o prefeito, as acusações partem de uma página no Facebook chamada ‘Observatório Manaus’, que fez uma postagem afirmando que Arthur ordenou a matança.

No texto, o prefeito se declarou indignado com a polêmica. “Não há limites para a maldade e a falta de caráter de certas pessoas, que são capazes de tudo. No Amazonas, invariavelmente, por trás das armações, está o atual ministro Eduardo Braga, gente da sua ‘escola’ ou gente parecida com ele. Usam fakes para difamar, não se apresentam de peito aberto para defender ideias, ” disse.

Arthur explica que foi colocado um cesto de lixo de cor marrom na porta do Centro de Zoonoses cheio de filhotes, supostamente destinados ao sacrifício. Sendo que todos os cestos do Centro são verdes, sem exceção. “Atribuir ao prefeito um fato dessa natureza, sabendo-se que o Centro de Zoonoses conta com uma chefia e a Secretaria de Saúde com um titular, chega a ser tão primário, quanto bizarro”.

“Se um funcionário público desvia dez litros de gasolina, a culpa é minha ou dele? Meu dever seria puni-lo, do mesmo jeito que, se fosse real a maldade com os cãezinhos, demitiria imediatamente o encarregado do Centro de Zoonoses e, se necessário, o próprio Secretário. Mentem no atacado e mentem no varejo, até porque a mentira é a máscara mais apropriada às mentes perversas e moralmente deformadas, ” disse o prefeito.

De acordo com o texto, a real intenção dos difamadores nunca foi defender os animais, e muito menos pensaram em apresentar queixa ao prefeito sobre o suposto episódio. A intenção era mover guerra de desgaste contra quem se limita a trabalhar honradamente e não aprendeu a lutar na penumbra. “Os amazonenses e os demais brasileiros conhecem a forma aberta e desabrida com que defendo minhas posições. Dou nome aos bois. Não fujo do combate. Jamais deixei de dar a cara a tapa nesses 37 anos de vida pública, “ diz em trecho do texto.

O prefeito falou ainda que vai processar todas as penas de aluguel identificáveis. Segundo ele, dizem que são pagas com dinheiro da Eletrobras, do Ministério das Minas e Energia. Mas esclareceu que, que presto contas à sociedade e não a capangas “intelectuais”.

Arthur  Neto também afirmou  já ter tido muitos cães e atualmente tem quatro em casa. “Desde que me entendo por gente que crio cães. Já os tive de todas as raças imagináveis. Tenho quatro agora: uma dog alemã, quase velhinha, a Vênus; um yorkshire, para lá de idoso, o Dilbert: um bebê dog alemão enorme, de quatro meses, o Tiger, e uma jovem adulta Schnauzer gigante, a Duquesa. Fazem parte da família. O Tiger, privilegiadíssimo, gosta de ocupar a cama do casal, empurrando Goreth e eu para um canto. Falando bem sério, eu os amos, porque são leais, não roubam dinheiro público, não são covardes e não mentem, ” afirmou.

O prefeito finalizou dizendo, “Eu lamento ter adversários desse baixo nível de inteligência e de coragem, tanto melhor. Pena que não valham o que meus quatro amigos costumam fazer depois de comer suas cotas de ração, ” concluiu.

Por equipe EM TEMPO Online

2 Comments

2 Comments

  1. Anna Julia do Carmo Brito

    3 de dezembro de 2015 at 12:32

    não e verdade não

  2. elizabeth olga

    1 de dezembro de 2015 at 23:43

    Os animais estão sendo operados sem antibióticos no Ccz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir