Sem categoria

Prefeito de Iranduba Xinaik Medeiros é cassado por unanimidade durante sessão extraordinária

Xinaik Medeiros está preso em Manaus desde o dia 10 de novembro, acusado de corrupção em Iranduba- foto: Ricardo Oliveira

Xinaik Medeiros está preso em Manaus desde o dia 10 de novembro, acusado de corrupção em Iranduba- foto: Ricardo Oliveira

O prefeito afastado do município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus),  Xinaik Medeiros (PROS) foi cassado por unanimidade, no início da noite desta quarta-feira (24). A vice, Maria Madalena (PSDB), assume o cargo em definitivo.

De acordo com informações repassadas pelo presidente da Casa Legislativa vereador Francisco Elaine (PSD) mesmo que o prefeito cassado deixe a prisão está oficialmente destituído do cargo. Com a decisão o ex-prefeito perde o foro privilegiado no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), passando a ser um réu comum e pode ser julgado pela comarca do município.

A comissão processante que decidiu pela cassação do prefeito, foi  formada pelos vereadores Raimundo Jarmison Azevedo (PTB), Salim da Silva Lima (PTB) e Antônio Muniz Viana (PP), presidente, membro e relator, respectivamente.

Entenda o caso

O pedido de cassação de Xinaik, foi baseado em denúncias que segundo o presidente em exercício do Conselho de Cidadãos, Antônio Maia, se basearam nas fraudes em licitação, lavagem de dinheiro, pagamento de propina e desvio de dinheiro público feitas pelo Ministério Público do Estado (MPE-AM), na ‘operação Cauxi’, que desarticulou uma suposta organização criminosa que atuava na prefeitura de Iranduba.

A vice-prefeita Maria Madalena, a Madá, antes não tinha poder sobre a administração municipal, assumiu a prefeitura de Iranduba no dia 10 de novembro do ano passado, após Xinaik ser preso, sob a acusação de integrar uma organização criminosa que praticou fraudes em licitações, aluguéis superfaturados e pagamento de propinas.

 

Por equipe EM TEMPO Online

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Poder de decisão caracteriza nepotismo |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir