Política

Prefeito de Coari anuncia medidas para conter gastos e enfrentar a crise no município

O prefeito lembrou aos presentes que a crise financeira que afeta o país atingiu em cheio Coari e que isso fica comprovadamente percebido na queda de receita- foto: Alberto César Araújo

O prefeito lembrou aos presentes que a crise financeira que afeta o país atingiu em cheio Coari e que isso fica comprovadamente percebido na queda de receita- foto: Alberto César Araújo

Com o objetivo de equilibrar as contas públicas, o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães (PRB), anunciou na noite de quinta-feira (2), as medidas adotadas para conter gastos, diminuir o  custeio e enfrentar os reflexos da crise que afeta o município. Todas as medidas de redução iniciaram na última quarta-feira (1).

O anúncio foi realizado no auditório da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e contou com a presença de líderes de instituições representativas, educacionais, religiosas, sindicato,  gestores de diversas áreas e vereadores.

O prefeito lembrou aos presentes que a crise financeira que afeta o país atingiu em cheio Coari e que isso fica comprovadamente percebido na queda de receita.  Segundo informações da Secretaria de Finanças do município, a arrecadação líquida do município em janeiro era de R$15.547.338,01, já em abril foi de 11.535.424,47. Uma queda de 25,8%, que afetou diretamente a administração do município. As despesas correntes e custeio para manutenção do funcionamento do município ultrapassam os 15 milhões de reais, o que tem representado um déficit constante nas contas públicas.

Para resolver o problema do déficit financeiro e equilibrar as contas públicas, a prefeitura de Coari adotou a iniciativa de reduzir no mínimo 30% no custeio, com redução no valor dos aluguéis e de números de prédios alugados, redução no valor das contas de luz e água, dos prédios de responsabilidade da prefeitura, assim como na quantidade de material de consumo. Também serão reduzidos os horários de expediente que passarão a ser das 8h às 12h, com exceção dos serviços essenciais.

Quanto às medidas a serem adotadas em relação ao quadro funcional a prefeitura já realizou a exoneração de todos os secretários adjuntos e está realizando a redução na folha de pagamento dos cargos comissionados, readequação salarial em todos os níveis de assessoria, dos valores de vantagens, inclusive dos valores de plantões em diversos segmentos e a suspensão de gratificações, diárias e as concessões temporárias de férias e licenças.

Com informações da assessoria

 

 

2 Comments

2 Comments

  1. Paulo

    4 de junho de 2016 at 10:42

    Isso só pode ser uma piada, agora a crise tem a costa larga . Cadê os 240 milhões que sumiu do município. Coari ta abandonada . E Domingo vai ser manchete no Fantástico.

  2. Pingback: Prefeito de Coari anuncia medidas para conter gastos e enfrentar a crise no município – Coari.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir