Dia a dia

Prefeito Arthur Neto assina concessão para instalação da Zona Azul no Centro

O contrato de concessão para a instalação e funcionamento do sistema de estacionamento rotativo conhecido como Zona Azul foi assinado hoje - foto: divulgação

O contrato de concessão para a instalação e funcionamento do sistema de estacionamento rotativo conhecido como Zona Azul foi assinado hoje – foto: divulgação

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, assinou na tarde desta terça-feira m (4) o contrato de concessão para a instalação e funcionamento do sistema de estacionamento rotativo conhecido como Zona Azul. A modalidade contemplará, neste primeiro momento, a zona central, onde há grande demanda rotativa para estacionamento. De acordo com o prefeito, a medida vai gerar melhorias para todos que utilizam a área.

A partir de agora, o Consórcio Amazônia terá um prazo de 90 dias para implantar o primeiro lote, que compreende 2.100 vagas, e 180 dias para implantar mais 1.100 vagas, planejado no segundo lote. A meta estipulada é de que até o final do ano, as 3.200 vagas já estejam em pleno funcionamento.

“No início houve um pouco de rejeição, mas superamos todos esses obstáculos por uma razão bem simples: Estava na hora, porque também é preciso dar dignidade ao sistema, com leis e com responsabilidade. Neste primeiro momento serão três mil vagas e nossa perspectiva é que cheguemos a 16 mil”, explicou o prefeito durante coletiva de imprensa, no Palácio Rio Branco, Centro da cidade.

Segundo o diretor do Consorcio Amazônia, Melchior Luiz Duarte, a instalação do novo modal já é um dos maiores implantados no País em 2015. Ele explicou que durante este mês de agosto serão colocados em prática os projetos executivos para que, em seguida, em setembro, possam iniciar as obras.  No mês de outubro serão iniciadas as campanhas educativas, assim como a fixação das vagas nos espaços delimitados.

Melchior, assim como o prefeito, reforçou a intenção de absorver a mão de obra que já atua no Centro nos estacionamentos de rua. Segundo ele, a ideia é chamá-los para trabalhar de maneira formal e com todos os direitos garantidos. Assim, os flanelinhas não perderiam seus empregos.

“Nosso compromisso é o de fazer o aproveitamento maior possível dentro da mão de obra que nos estiverem disponíveis. A medida que nossa zona de monitoramento for crescendo, vamos absorvendo cada vez mais mão de obra. O importante para nós é que o compromisso com a cidadania e a intenção social, que o consórcio tem com a cidade de Manaus seja um diretriz permanente”, destacou Melchior.ionamento

As vagas do Zona Azul serão implantadas dentro do seguinte perímetro: Lourenço da Silva Braga, Avenida Joaquim Nabuco e nas ruas Ramos Ferreira e Luiz Antony. Já o sistema de estacionamento rotativo irá funcionar nos seguintes horários: de segunda-feira à sexta-feira: das 8h às 18h; Sábado: das 8h às 17h. aos domingos não há cobrança pelo sistema.

De acordo com a concessionária, cada vaga da Zona Azul deverá ser utilizada pelos motoristas por, no máximo, três horas seguidas. Por cada hora será cobrado o valor de R$ 2,45.

O sistema vai resultar em uma arrecadação municipal de 11% da receita bruta que será transferida para investimentos no trânsito da cidade.  A concessionária, Consórcio Amazônia  terá um prazo de vigência da concessão por 10 anos, prorrogáveis por mais 10 anos.logia

Cada vaga do sistema Zona Azul será dotada de sensor implantado no asfalto que vai detectar a hora em que o veículo estaciona. Profissionais capacitados de equipamentos portáteis irão monitorar o tempo utilizado pelo usuário. Esses equipamentos serão utilizados para controle da rotatividade, monitoramento e respeitabilidade do sistema pelo tempo de utilização das vagas.

O cidadão interessado em utilizar uma vaga da Zona Azul poderá utilizar um cartão disponibilizado pela Concessionária, que será ofertado em pontos de venda. Nesses cartões, o usuário deve ‘carregar’ horas-créditos, que ficarão associadas ao veículo e/ou ao proprietário (para o caso de frota).

Haverá, ainda, a opção de compra de créditos através da internet. Para a utilização deste meio de pagamento deverá ser estabelecido procedimento de cadastro e compra disponibilizado na Internet.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir