Sem categoria

Prédio em obras desaba ao lado do Hospital Adventista, na Zona Sul

O prédio seria uma extensão do hospital, próximo ao centro cirúrgico da ala pediátrica - fotos: Corpo de Bombeiros

O prédio seria uma extensão do hospital, próximo ao centro cirúrgico da ala pediátrica – fotos: Corpo de Bombeiros

Parte de um prédio ainda em construção, anexo do Hospital Adventista, localizado na avenida Danilo Areosa, bairro Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus, desabou por volta das 6h40 desta segunda-feira (16).

O prédio seria uma extensão do hospital do centro cirúrgico da ala pediátrica. Duas viaturas do corpo do bombeiro foram acionadas para o local, mas ainda não é possível determinar as causas do desmoronamento.

Segundo um motorista de condução escolar, que preferiu não se identificar,  depois que passou em frente ao prédio  para pegar um aluno, ouviu um estrondo muito grande e, ao olhar pelo retrovisor, se deparou com muita poeira e o desabamento d a construção.

Mesmo com o desabamento, o transito não foi prejudicado. O expediente no hospital foi suspenso e apenas a área do ponto-socorro continuou a funcionar.

dasamento-hospital-bombeiros

Comissão
Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, foi montada no hospital uma comissão para avaliar a situação. Após verificação nas câmeras de segurança, constatou-se que, perto do horário da ocorrência, havia cinco pessoas transitando pela estrutura, mas nenhuma ficou ferida.

Em coletiva à imprensa, o assessor jurídico do Hospital Adventista, Josenir Teixeira, informou que houve apenas um incidente, com um garoto de 8 anos, atingido por um estilhaço do tijolo. Ele teve ferimento leve, na testa, e foi prontamente atendido.

Os bombeiros fizeram buscas com os cães para se certificar de que não existia realmente ninguém sob os escombros. Além da equipe de busca, resgate e salvamento com cães, esteve no local uma equipe especializada em buscas e resgate em estrutura colapsada. Ao todo, foram 25 bombeiros trabalhando no local.

dasamento-hospital3-bombeiros

Construção
A ala seria destinada à administração do hospital. A empresa responsável pela construção é a Antonelli Construções, que será agora ouvida pelos órgãos competentes para apurar as causas.
O presidente do Sindicato da Construção Civil e Montagem do Estado do Amazonas (Sintracomec-AM), Cícero Custódio, informou que já tinha ido à obra e que já havia denunciado a mesma.

“Eu vi muita coisa errada. Nessa obra algumas pessoas não estavam capacitada para trabalhar em uma obra como aquela. Já tínhamos falado que essa obra não estava correta e as pessoas pensavam que estávamos brincando”, disse Custódio.

A área foi isolada e será feita a verificação no local por parte dos engenheiros do Conselho de Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM).

Por equipe EM TEMPO Online

 

1 Comment

1 Comment

  1. cimento contrabandeado

    17 de setembro de 2015 at 10:33

    Talvez tenha sido o cimento. Está entrando muito cimento contrabandeado sem as especificações técnicas, fora de norma e vencido. Isso já foi até denunciado na assembleia legislativa, porém as autoridades ficam inertes. Devem cair mais obras em Manaus se continuarem utilizando esses cimentos “de fora”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir