Economia

Preços do petróleo derrubam Bolsa e fazem dólar chegar a R$ 4,10

Os preços do petróleo operavam em forte baixa na manhã desta quarta-feira (20), renovando as mínimas de 2003. A queda da commodity derruba Bolsas pelo mundo e faz com que o dólar se valorize ante o real.

O petróleo perdeu mais terreno após a Agência Internacional de Energia, que aconselha países industrializados sobre política energética, alertar que os mercados de petróleo podem “se afogar em excesso de oferta” em 2016.

Às 10h30 (de Brasília), O Brent, negociado em Londres, se desvalorizava em 3,51%, a US$ 27,75 o barril. Já o WTI, comercializado no mercado americano, tinha queda de 3,69%, a US$ 27,41.

A commodity enfrenta uma brusca desvalorização após uma mudança na estratégia da Arábia Saudita, que aumentou consideravelmente a oferta do produto, além da volta do Irã, outro grande produtor, ao mercado e uma possível desaceleração da economia da China.

Bolsa

O principal índice acionário do Brasil iniciou o dia em queda, puxado pela baixa das ações da Petrobras e da Vale.
Às 10h35 (de Brasília), o Ibovespa tinha queda de 1,90%, aos 37.334 pontos.

Na terça (19), as ações da Petrobras amargaram outro dia de desvalorização, após voltar ao patamar de 1999.

As ações preferenciais da Petrobras, mais negociados e sem direito a voto, têm queda de 5,15%, a R$ 4,41, enquanto as ações ordinárias, com direito a voto, se desvalorizavam em 4,06%, a R$ 5,90.

Os papéis preferenciais da Vale caíam 4,54%, a R$ 6,72%, enquanto que as ações ordinárias têm queda de 4,35%, a R$ 8,78.

Dólar

O dólar chegou a avançar a R$ 4,10 pela primeira vez desde setembro nesta quarta (20), refletindo o quadro de aversão a risco nos mercados globais diante de novo tombo dos preços do petróleo.

Às 10h35 (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, se valorizava em 1,06%, a R$ 4,086 na venda. Já o dólar comercial, utilizado no comércio exterior, tinha alta de 0,78%, a R$ 4,087.

Por Folhaspress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir